UOL Notícias Notícias
 

10/09/2009 - 06h14

Suspeito de assassinato foge da prisão em caixa de papelão na França

Um homem suspeito de ter cometido duplo assassinato na França conseguiu fugir da prisão escondido em uma caixa de papelão colocada dentro de um caminhão de entregas.

Jean-Pierre Treiber, 45 anos, seria julgado no ano que vem pela morte de Géraldine Giraud, filha do ator francês Roland Giraud, e de sua namorada, Katia Lherbier, em 2004.

Funcionários da casa de detenção de Auxerre, na Borgonha, perceberam a ausência de Treiber na noite de terça-feira, mas acreditam que a fuga teria ocorrido na manhã do mesmo dia.

A polícia lançou uma grande operação de busca, destacando centenas de homens e helicópteros para "varrer" as áreas de bosques da região.

Treiber, no entanto, era guarda florestal antes de ser detido, e as autoridades acham que ele seria capaz de se esconder e sobreviver nas florestas durante dias ou até semanas, alimentando-se de animais e plantas.

"Ele conhece a área como a palma da sua mão", disse um policial.

Críticas
A fuga está gerando uma grande polêmica na França sobre a competência do sistema carcerário francês, ainda mais depois da descoberta de que outro prisioneiro teria fugido no mesmo dia de outra casa de detenção, também escondido em uma caixa de papelão.

Segundo o jornal Le Monde, este segundo homem se chama Mohamed Amrami e havia sido condenado por um assalto com tentativa de homicídio.

Diante da pressão, a ministra da Justiça, Michèle Alliot-Marie, foi pessoalmente a Auxerre para acompanhar as buscas, e convocou uma reunião de emergência dos diretores inter-regionais da administração penitenciária.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h28

    0,24
    3,137
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h33

    -0,53
    75.603,74
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host