UOL Notícias Notícias
 
21/09/2009 - 10h43

Cão perdido que seria sacrificado na França reencontra dono na Inglaterra

Uma cadela perdida que corria risco de ser sacrificada na França será reunida com seu dono, identificado graças a uma campanha lançada nos dois lados do Canal da Mancha.

O dono, que vive na França, mas se encontra, faz alguns meses, em Bristol, no oeste da Inglaterra, só ficou sabendo do sumiço de seu cão - que ele tinha deixado sob o cuidados de amigos -, pelos jornais.

Poppy, uma patterdale terrier, tinha sido encontrada vagando pelas ruas de Toulouse, em julho passado.

A cadela usava um microchip desde 2002, que tinha sido colocado em Bristol. Mas seu dono nunca atualizou os dados com seu novo endereço, na França, para onde se mudou há sete anos.

A cadela foi encontrada com coleira e bem cuidada e levada para a Sociedade Protetora dos Animais local, onde tentaram contatar o veterinário que havia colocado o chip, mas este não tinha o contato de seu proprietário.

A organização DogLost, um banco de dados online que busca localizar cães perdidos, lançou uma campanha para rastrear o dono do animal, divulgando a foto da cadela, que corria o risco de ser sacrificada na França.

De Bristol a Toulouse O dono de Poppy, identificado apenas como Barton, vive em Toulouse na França, mas tinha voltado à Grã-Bretanha para cuidar de seu pai, que está doente.

Ele tem viajado ente os dois países e deixou Poppy ao cuidado de um amigo, em Toulouse.

Segundo o DogLost, o amigo do dono não quis contar a ele que a cadela havia fugido, para não aumentar seu estresse.

A campanha lançada pelo DogLost para encontrar o dono de Poppy foi parar nos jornais, que publicaram uma foto da cadela.

Uma amiga da filha de Barton viu a foto em um jornal britânico e ligou para ela que, por sua vez, avisou seu pai.

Esta foi a primeira vez que ele soube que a cadela havia fugido, de acordo com o site criado para encontrá-lo.

"Foi realmente impressionante que tenhamos conseguido encontrar o dono da Poppy", disse Lynn Headford.

"Achei que poderia ser impossível, que o dono poderia estar em qualquer lugar, mas poucos dias depois de lançarmos a busca e ela aparecer nos jornais, foi uma loucura." O site afirma ter recebido dezenas de ligações diárias sobre o paradeiro do possível dono de Poppy, e que a busca acabou envolvendo vários sites de relacionamento social.

Lynn Headford afirmou que dono e cadela vão se reunir na França.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host