UOL Notícias Notícias
 
30/09/2009 - 07h03

Clientes destroem bordel peruano por 'mau atendimento'

Pelo menos vinte clientes de um prostíbulo no Peru destruíram o local em aparente protesto contra a suposta falta de qualidade no serviço, segundo a imprensa local.

O incidente ocorreu na noite de terça-feira na cidade de Ayacucho, cerca de 500 km da capital, Lima.

Os homens queimaram colchões, móveis e sofás do bordel que teria sido destruído, de acordo com a polícia. A imprensa peruana diz que o incidente não deixou feridos.

Além da qualidade do atendimento, o protesto também teria sido contra o furto de seus bens, ocorrido enquanto os clientes eram atendidos pelas meretrizes.

Na confusão, moradores se uniram aos manifestantes, argumentando estar "cansados" com os delitos na região, como publicou o site do jornal Correo.

O bordel funcionava clandestinamente e já tinha sido ordenado pela prefeitura a fechar suas portas.

Outro protesto No mês passado, de acordo com a rádio RPP, outro protesto chamou a atenção dos peruanos.

Um grupo de meretrizes de um bordel chamado "El Trocadero", da cidade peruana de Callao, teria realizado manifestação contra um ponto concorrente , "Los Botes", por estes admitirem estrangeiras.

"São estrangeiras sem documentos em dia e sem licença para trabalhar no país", disse uma das trabalhadoras sexuais, chamada de "Bella" pela reportagem da rádio.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h29

    -0,09
    3,145
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    0,64
    65.099,56
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host