UOL Notícias Notícias
 
30/09/2009 - 08h13

Polícia investiga suicídio de universitário exposto em vídeo íntimo na internet

Um talentoso violinista de 18 anos teria pulado de uma ponte após ter sido filmado em um momento íntimo com outro homem por seu colega de quarto e ter sido exposto na internet.

Tyler Clementi, um jovem com fama de reservado e tímido, dividia o quarto na Universidade Rutgers, em Nova Jérsei, nos Estados Unidos, com o estudante Dharun Ravi.

No dia 19 de setembro, Ravi postou uma mensagem no twitter que dizia: "Colega de quarto pediu o quarto até meia-noite. Eu fui para o quarto da Molly e liguei minha webcam. Eu o vi tendo um amasso com outro cara. Uhu".

Naquela noite, segundo as autoridades, Ravi teria colocado o vídeo do encontro íntimo de Tyler Clementi na internet.

No dia 21, outra mensagem postada por Ravi parece fazer referência a uma segunda tentativa de expor Clementi: "A todos com iChat: vocês precisam me encontrar online entre 9h30 e 12. Sim, está acontecendo de novo".

Não se sabe exatamente quando o violinista descobriu o que seu colega de quarto havia feito, mas o incidente teria se tornado a grande fofoca do dormitório.

Na noite do dia 22, o violinista teria pulado da ponte George Washington, que liga Nova Jérsei a Nova York. Segundo a rede ABC, pouco antes, ele teria postado uma mensagem no Facebook: "Pulando da ponte gw desculpa".

A polícia encontrou sua carteira no local e o carro estacionado próximo à ponte. Um corpo foi encontrado no rio Hudson e estaria sendo identificado.

Prisão O reitor da Universidade Rutgers, Richard L. McCormick, divulgou uma nota em que diz ter sido informado pela família do suicídio.

"O jovem teria sido vítima de um incidente que aconteceu em um de nossos dormitórios na semana passada. Dois estudantes da Rutgers foram presos e acusados de invasão de privacidade por suas ações naquele incidente", diz a declaração.

Se condenados, Dharun Ravi e Molly Wei podem pegar uma pena de até 5 anos de prisão. Ambos foram libertados em condicional. Ravi teria pago fiança de US$ 25 mil.

O advogado da família Clementi, Paul Minardi, divulgou uma nota dizendo que "Tyler era um ótimo rapaz e um músico distinto".

"A família está de coração partido e sem palavras. Eles respeitosamente pedem tempo para fazer o luto depois dessa enorme perda".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,28
    3,182
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,29
    64.676,55
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host