UOL Notícias Notícias
 

14/10/2009 - 07h36

Mãe italiana é acusada de proteger demais o filho

Uma mãe italiana está sendo processada por maus tratos, acusada de proteger demais o seu filho de 12 anos, o que estaria pondo em risco o desenvolvimento físico e social do menino, segundo reportagem do jornal Corriere della Sera.

Os assistentes sociais da cidade Ferrara, no nordeste do país, disseram que o menino - cujo nome não foi revelado - tem poucos amigos, não pode praticar esportes e se diverte muito pouco.

A denúncia partiu do pai do menino, que depois de se divorciar da mãe, não tem tido acesso ao filho.

O advogado Andrea Marzola, que trabalha na defesa dos direitos da criança, afirma que a mãe e os avós criaram "uma cerca ao redor da criança".

"O principal obstáculo sempre foi a figura do avô. Autoritário, ele tem forte influência sobre a mãe da criança", disse Marzola.

O jornal revela que a mãe e o avô já foram condenados pelo mesmo tipo de acusação em 2004. No entanto, eles entraram com um recurso, que ainda está em julgamento.

O advogado Alberto Balboni, que defende a mãe no caso, diz que a situação do menino melhorou bastante desde o primeiro processo, há cinco anos.

"Ele vai à escola, tem bons resultados, frequenta a igreja e brinca com amigos. O problema maior é a relação entre os pais", disse o advogado ao Corriere della Sera.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h16

    -0,05
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h23

    1,12
    65.403,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host