UOL Notícias Notícias
 

26/01/2010 - 11h17

Turistas são resgatados por helicópteros após chuvas no Peru

Chuvas torrenciais mataram uma mãe e um bebê em Machu Picchu, a antiga cidade do império Inca, no Peru.

Milhares de turistas ficaram ilhados na pequena localidade. O governo peruano ordenou a evacuação de quase 2 mil visitantes em helicópteros, com a ajuda do Exército.

Segundo relatos, alguns estão até dormindo na rua e pedindo dinheiro para comida, depois de esgotar o dinheiro das férias.


Mais de 40 deslizamentos de terra bloquearam a ferrovia que liga as ruínas incas ao resto do país.

Os moradores de Cusco, a antiga capital inca, e arredores são os que mais sofrem as conseqüências das chuvas. A cidade foi declarada em estado de emergência.

No sudeste do país, até 3 mil pessoas tiveram suas casas destruídas. Segundo as autoridades peruanas, esta é a maior chuva na região em uma década.

Centenas de hectares de colheitas, principalmente de milho, foram alagadas com o sangramento dos rios.

Além disso, existe o temor de que os sítios arqueológicos peruanos, que atraem milhões de turistas por ano, também tenham sido destruídos. Alguns, sem possibilidade de reparo.

Segundo a previsão, não há sinais de diminuição das chuvas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h39

    -0,44
    3,130
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h46

    -0,67
    75.097,70
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host