UOL Notícias Notícias
 

18/02/2010 - 19h12

Obama cria comissão bipartidária para reduzir déficit

O presidente Barack Obama anunciou nesta quinta-feira a criação de uma comissão bipartidária para buscar maneiras de reduzir o déficit recorde enfrentado pelos Estados Unidos.

Caberá ao democrata Erskine Bowles, ex-chefe de gabinete de Bill Clinton, e ao ex-senador republicano Alan Simpson comandar a força-tarefa.

Os 18 integrantes da comissão terão prazo até 1º de dezembro para propor maneiras de reduzir o déficit. A meta é chegar a 3% do Produto Interno Bruto (PIB) até 2015.

Em 2009, o déficit no orçamento americano chegou a US$ 1,41 trilhão (cerca de R$ 2,57 trilhões), ou 9,9% do PIB, o maior percentual desde a Segunda Guerra Mundial.

A proposta de orçamento para o próximo ano fiscal (a partir de outubro), apresentada por Obama no início do mês, prevê déficit de US$ 1,56 trilhão (cerca de R$ 2,84 trilhões) em 2010, o equivalente a 10,6% do PIB.

Desafios Os membros da comissão deverão ser indicados por líderes democratas e republicanos e pelo próprio Obama, mas isso não deve ocorrer até a próxima semana, quando o Congresso volta de um recesso de uma semana.

O crescente déficit no orçamento dos Estados Unidos é resultado da recessão, que reduziu as receitas do governo ao mesmo tempo que obrigou a maiores gastos.

Os bilhões de dólares injetados no sistema financeiro, para salvar grandes bancos, também contribuíram para o aumento do déficit.

Um dos desafios da comissão, segundo analistas, será superar as divisões partidárias e conseguir que o Congresso aprove medidas que envolvam aumento de impostos e corte de gastos.

Alguns republicanos criticaram a criação da comissão, ao afirmar que o governo está tentando ganhar tempo e dar a impressão de que está fazendo algo para combater o déficit, uma das preocupações do eleitorado, antes das eleições legislativas de novembro, em que parte do Congresso será renovada.

No entanto, dada a gravidade do problema, analistas afirmam que os republicanos não tem outra alternativa a não ser aderir aos esforços de reduzir o déficit.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h16

    -0,05
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h23

    1,12
    65.403,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host