UOL Notícias Notícias
 

24/02/2010 - 18h53

Vazamento de petróleo atinge maior rio da Itália

Ambientalistas alertaram nesta terça-feira para o risco de uma catástrofe ecológica após um vazamento de milhões de litros de petróleo em um pequeno rio no norte da Itália ter atingido nesta quarta-feira o Rio Pó, o maior do país.

Segundo autoridades locais de Milão, a causa do vazamento teria sido uma sabotagem em uma antiga refinaria que serve como depósito de petróleo na cidade de Villasanta, perto da cidade de Monza.

"As cisternas foram abertas por alguém que tem familiaridade com o local e sabia operá-las", afirmou Cinzia Secchi, porta-voz do governo local de Milão.

O vazamento atingiu o Rio Lambro, que desemboca no Pó, na terça-feira, e não pôde ser contido, apesar da instalação de barreiras pelo governo local.

Ainda não se sabe ao certo a quantidade de petróleo que vazou da refinaria. De acordo com Secchi, o governo acredita que 2,5 milhões de litros tenham sido despejados nos rios - uma quantidade menor do que os 10 milhões estimados inicialmente.

De acordo com o presidente da região da Lombardia, atingida pelo vazamento, Roberto Formigoni, os responsáveis pelo vazamento serão levados à Justiça para responder pelo que ele chamou de "desastre ecológico".

Impacto ambiental Ambientalistas alertam que diversas espécies de animais estariam ameaçadas pelo vazamento, já que a área atingida é rica em biodiversidade.

Segundo Damiano di Simine, presidente regional do grupo ambientalista Legambiente, a escala do estrago é "dramática".

"Nós ainda não sabemos os detalhes, mas há um grande estrago no sistema ecológico, em toda fauna e flora", disse ele à agência de notícias AP.

O grupo fez um pedido, ao lado do governo local, para que seja declarado um estado de emergência na região. Dessa forma, seriam liberados fundos federais para ajudar no controle do vazamento.

Diversos patos cobertos de petróleo já foram retirados do rio Pó e levados para tratamento em um abrigo de animais.

A ONG World Wildlife Fund (WWF) afirmou que entre as espécies mais ameaçadas estariam os peixes, os patos selvagens e as garças.

Há relatos de que centenas de pássaros já teriam morrido após o vazamento.

Um italiano que mora perto das margens do rio Pó afirmou à BBC que já encontrou alguns animais mortos perto de casa.

"Infelizmente, encontrei dois pássaros perto da minha casa, completamente cobertos de petróleo. Eu tentei ajudá-los, mas não havia nada que pudesse ser feito. Como meu vizinho disse, eles estão destinados a morrer, as pobres criaturas. Quem sabe quantos mais estão nas mesmas condições em toda a margem do rio?", questionou o morador.

O rio Pó é o maior da Itália, com 652 km de extensão. O rio atravessa as regiões de Piemonte, Lombardia e Veneto, ao norte do país, e deságua no mar Adriático.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host