UOL Notícias Notícias
 

27/02/2010 - 11h42

Turistas brasileiros sofrem com tremor em Santiago

O terremoto de 8,8 graus que sacudiu o Chile neste s?bado foi sentido por turistas brasileiros no pa?s. Um casal de paulistas e uma mulher tamb?m brasileira disseram em entrevista ? TV Chile (TVN) que viveram momentos de "p?nico" e que querem deixar o pa?s, mas n?o podem porque o aeroporto de Santiago est? fechado.

"Foi um verdadeiro p?nico. Tudo come?ou a tremer forte, faltou luz e tivemos que sair, do quarto, no escuro, com garrafas de champagne quebradas no ch?o. N?o havia nenhuma sinaliza??o e n?o sabiamos como sair do hotel', disse o brasileiro diante das c?meras.

Ao seu lado, uma das duas mulheres completou: "Infelizmente temos que estar aqui na rua e esperar porque aeroporto de Santiago continua fechado e a nossa ?nica op??o ? esperar. Tudo tremeu. Foi horr?vel." Os turistas brasileiros come?aram a se acumular nas ruas, sentados, junto com outros hospedes e moradores de Santiago, desde 3h30 (hor?rio local), quando sa?ram do hotel Principado de Ast?rias, no parque Bustamante, em Santiago.

Apresentadores da TVN, a principal do pa?s, afirmaram que o terremoto deste s?bado "pode ter sido mais intenso" em algumas regi?es do pa?s do que os que foram registrados em 1964 e 1985 - os piores j? registrados no Chile, definido como "pa?s s?smico", onde os tremores de baixa intensidade s?o frequentes.

Falta de luz Em v?rios pontos, como no centro de Santiago e na cidade de Concepci?n, ?s margens do oceano Pac?fico, n?o h? luz e ?gua, o asfalto das estradas se rompeu, pontes antigas ca?ram e v?rios carros, estacionados nas ruas, foram atingidos por postes, tijolos ou pedras.

As comunica??es telef?nicas tamb?m foram interrompidas ou ficaram extremamente dif?ceis. Equipes de bombeiros foram chamadas para apagar inc?ndios em postos de gasolina. O chefe do aeroporto de Santiago, Eduardo del Canto, confirmou que todos os v?os est?o cancelados e que o aeroporto n?o ser? reaberto pelo menos nos pr?ximos tr?s dias.

"O dano maior est? no pr?dio do aeroporto (portas de vidros quebradas e paredes rachadas), mas sem este pr?dio n?o podemos operar o aeroporto. As pistas n?o foram abaladas, mas o terminal est? paralisado e continuar? fechado", disse.

V?rios passageiros, com suas bagagens, est?o sentados em frente ao aeroporto. Del Canto disse que n?o pode garantir que os voos ser?o retomados na semana que vem, quando est? prevista a realiza??o do Congresso Internacional de L?ngua Espanhola, na regi?o de Valpara?so, que tem entre os convidados o Rei da Espanha, Juan Carlo, e a rainha Sofia.

A expectativa ? que o aeroporto esteja funcionando no dia 11 de mar?o, data da posse do presidente eleito do Chile, Sebasti?n Pi?era, quando s?o aguardadas comitivas internacionais. O Minist?rio dos Transportes informou que os ?nibus e metr?s tamb?m n?o est?o funcionando. Ou por precau??o ou porque algum setor foi abalado pelos tremores.

No bairro antigo da capital chilena, chamado Santiago Centro, cerca de 40 casas hist?ricas foram afetadas, segundo as autoridades locais. Tamb?m nessa ?rea, pr?xima ao pal?cio presidencial La Moneda, que n?o teria sido atingido, os moradores est?o nas ruas. Muitos deles de pijamas e abra?ados a cobertores. O bairro tamb?m est? sem luz.

O porta-voz da empresa de energia Chilectra, Juan Pablo Larra?n, disse que 2 milh?es de clientes est?o sem luz e fez um apelo: "Por favor, evitem o desperd?cio de energia. O sistema el?trico foi fortemente atingido e temos que poupar energia neste momento".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h49

    0,20
    3,151
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h51

    0,83
    65.553,06
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host