UOL Notícias Notícias
 

06/04/2010 - 19h09

Argentina vai entregar 3 milhões de netbooks a estudantes

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, anunciou, nesta terça-feira, um programa para distribuição de três milhões de computadores portáteis, chamados de netbooks, para alunos e professores das escolas do médio de todo o país. Batizado de "Conectar igualdad.com.ar", o projeto prevê a distribuição dos computadores até 2012 e envolve um invetimento de US$ 750 milhões (cerca de R$ 1,3 bi). "Este programa vai permitir que os estudantes das escolas públicas, do ensino médio, entre 2010 e 2012, possam contar com seu netbook. Será uma ferramenta para superar a brecha digital no país", disse a presidente durante o lançamento do programa em Buenos Aires. Cristina Kirchner destacou que os estudantes passarão a ser os donos dos computadores quando terminarem esta etapa da educação. "É importante começar a estudar, mas é importante também concluir os estudos. Este computador é resistente a tombos e possui vários programas de estudo, além de um dispositivo que o faz parar de funcionar em caso de perda ou de roubo", afirmou Kirchner, sem entrar em mais detalhes. 'Igualdade' Segundo a presidente, 4 mil escolas estarão conectadas no país quando o programa estiver completamente implementado. O discurso da presidente durante o lançamento do programa, realizado no Teatro Nacional Cervantes, foi transmitido em cadeia nacional de rádio e de televisão. Segundo Kirchner, a medida faz parte do aniversário do bicentenário do país. "O sonho da igualdade foi longamente perseguido nesses duzentos anos de história. Este programa, neste mundo contemporâneo, é um instrumento de igualdade, para superar a brecha digital", disse ela. Outro programa Cristina Kirchner afirmou que entre abril e outubro deste ano serão entregues outros 250 mil computadores de um programa que lançou em fevereiro passado, voltado apenas para as escolas técnicas. "Hoje entregamos computadores para alunos das escolas técnicas, de um programa anterior. E agora lançamos este novo programa que se iniciará em três meses. Com isso, em três anos, todos os alunos e professores terão um computador e os estudantes, o grande desafio de terminar os estudos", finalizou. No total, 1.156 escolas técnicas do país receberão os laptops, com investimento de US$ 86 milhões (R$ 150 mi). Os dois programas - do ensino médio e das escolas técnicas - fazem parte do Plano Nacional de Inclusão Digital. O projeto do governo argentino inclui a instalação de sistema de internet sem fio nas escolas e a capacitação dos professores.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,97
    3,127
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,99
    64.389,02
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host