UOL Notícias Notícias
 

09/04/2010 - 13h27

Irã anuncia centrífugas nucleares 'seis vezes mais rápidas'

O Irã revelou nesta sexta-feira a sua terceira geração de centrífugas nucleares, capazes de enriquecer urânio até seis vezes mais rápido do que a tecnologia atual, de acordo com as autoridades do país. A apresentação das centrífugas foi feita durante uma cerimônia oficial no Irã para marcar o Dia Nacional de Tecnologia Nuclear, com a presença do presidente Mahmoud Ahmadinejad. O diretor da organização nuclear iraniana, Ali Akbar Salehi, disse que os equipamentos terão uma capacidade de separação de isótopos de "quase dez, o que significa quase seis vezes mais que a primeira geração de centrífugas". O anúncio da terceira geração de centrífugas ocorre às vésperas de uma cúpula de segurança nuclear nos Estados Unidos e em meio a esforços americanos para tentar aprovar novas sanções contra o programa nuclear iraniano. Tecnologia nuclear O novo equipamento será mais avançado do que as centrífugas P1 atualmente em uso na usina de enriquecimento de urânio de Natanz, supostamente adquiridas no mercado negro nos anos 1980 e mais suscetíveis a falhas. Em outubro, o Irã havia anunciado que a segunda geração de centrífugas, desenvolvida por cientistas iranianos e feita principalmente a partir de componentes nacionais, seria instalada no complexo de Qom. A terceira geração de centrífugas nucleares tem o potencial de suscitar preocupações nos países ocidentais porque acelera a capacidade do Irã de enriquecer urânio. Mas o analista de Irã da BBC, Jon Leyne, diz que existem dúvidas sobre quantas centrífugas de terceira geração o Irã é capaz de produzir. A tecnologia pode ser usada tanto para produção de energia como para fabricação de bombas - no último caso, o enriquecimento precisa chegar a 90%.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host