UOL Notícias Notícias
 

12/04/2010 - 18h27

Ucrânia promete eliminar urânio altamente enriquecido até 2012

A Ucrânia decidiu eliminar seu estoque de urânio altamente enriquecido - do tipo usado para produzir armas nucleares - até 2012, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira em Washington. O anúncio foi feito por autoridades ucranianas e americanas após um encontro entre o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e da Ucrânia, Viktor Yanukovych, antes do início da cúpula de segurança nuclear na capital americana. "O presidente Yanukovych anunciou a decisão ucraniana de se livrar de todo seu estoque de urânio altamente enriquecido até a próxima cúpula", afirmaram os dois líderes em comunicado. Segundo o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, Obama "elogiou a decisão, considerando-a um passo histórico e uma reafirmação da liderança da Ucrânia em segurança nuclear e não-proliferação". Precedente De acordo com o analista da BBC para assuntos diplomáticos Jonathan Marcus, o anúncio do governo ucraniano é exatamente o tipo de notícia que Obama queria ouvir antes da cúpula desta semana. Marcus afirma que o acordo da Ucrânia abre um precedente que Obama quer ver outros países seguirem. Logo após o anúncio da decisão ucraniana sobre a eliminação do estoque de urânio, o presidente Obama expressou apoio ao compromisso da Ucrânia com reformas econômicas. Em comunicado, o presidente Yanukovych afirmou que os desafios econômicos do país seriam tratados com reformas sistêmicas e a retomada da cooperação do país com o Fundo Monetário Internacional (FMI). No ano passado, o FMI suspendeu um pacote de US$ 16 bilhões à Ucrânia após uma polêmica sobre os gastos do governo em programas sociais.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,73
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,00
    65.010,57
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host