UOL Notícias Notícias
 

25/04/2010 - 14h05

Cem mil fazem ato público para tirar base americana de Okinawa

Quase cem mil pessoas participaram de um ato público em Okinawa, no sul do Japão, para exigir que uma base militar americana seja retirada da ilha. Por um acordo de 2006, a base de Futenma deverá ser transferida do centro da ilha para a costa, mas manifestantes querem que o primeiro-ministro Yukio Hatoyama cumpra uma promessa de campanha e retire a instalação americana de Okinawa. Divergências sobre a base estão prejudicando as relações entre o governo de centro-esquerda de Hatoyama e os Estados Unidos. O correspondente da BBC em Tóquio, Roland Buerk, disse que o primeiro-ministro prometeu que resolveria a questão até o final de maio e agora está sob pressão por aparentemente ter protelado uma decisão. A atuação de Hatoyama no caso pode ter influência no resultado das próximas eleições parlamentares do Japão em julho. Há muito tempo os japoneses estão insatisfeitos com a permanência da base americana na ilha, que abriga mais da metade dos 47 mil soldados que os Estados Unidos mantém no Japão. Muitos habitantes da ilha reclamam de barulho excessivo e de crimes, que associam à existência da base.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host