UOL Notícias Notícias
 

27/05/2010 - 07h50

África do Sul usa Copa para combater HIV

Projetos comunitários na Cidade do Cabo, na África do Sul, usam a grande popularidade do futebol para chamar a atenção para o problema do vírus HIV no país, que já infectou cerca de 260 mil crianças entre zero e quatorze anos de idade.

A organização Grassroot Soccer, fundada por ex-jogadores profissionais de futebol, leva o esporte a escolas de comunidades carentes para a educação de jovens sobre o virus.

Como parte da campanha oficial da FIFA para a Copa do Mundo de 2010, a iniciativa vai ser estendida além das escolas.

Ao todo, 20 centros serão abertos na África do Sul e em outros países do continente africano, como Gana, Namíbia e Quênia.

Cada centro focará em assuntos específicos, relevantes a cada região, como questões de saúde pública e prevenção de conflitos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host