UOL Notícias Notícias
 

05/06/2010 - 07h54

EUA dizem ter acabado com 80% dos líderes da Al Qaeda no Iraque

O comandante-geral das tropas americanas no Iraque, general Ray Odierno, disse neste sábado que 80% dos líderes da rede Al Qaeda no Iraque foram mortos ou capturados durante os últimos três meses. Odierno disse que apenas oito dos 42 chefes da organização no Iraque permanecem com o paradeiro desconhecido mas disse que o combate à Al Qaeda prossegue com a mesma intesidade.

"Não tiraria meus olhos da Al Qaeda. Eles estão lutando para se reagrupar", disse ele.

O comandante afirmou que a quantidade de ataques contra militares dos EUA foi a menor desde o início da invasão do Iraque, em 2003.

"As estatísticas referentes aos cinco primeiros meses de 2010 são as mais baixas que já registramos", disse ele.

Odierno disse que o sucesso contra a Al Qaeda deve-se aos soldados americanos e iraquianos infiltrados na rede, na cidade de Mosul no início do ano.

"Fizemos avanços significativos em Mosul onde suas bases de fato estavam", disse ele, afirmando ainda que o braço iraquiano perdeu sua ligação com a chefia da Al Qaeda no Paquistão e no Afeganistão.

Odierno disse estar confiante de que os EUA poderiam reduzir o número de soldados americanos no Iraque de 88 mil para 50 mil, como prometeu o presidente americano, Barack Obama.

Os 50 mil militares restantes no país até o final de 2011 devem concentrar-se em treinar e equipar forças iraquianas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host