UOL Notícias Notícias
 

11/06/2010 - 18h20

Justiça da Guatemala afasta procurador-geral por ligação com tráfico

A Suprema Corte da Guatemala determinou o afastamento do procurador-geral do país, Conrado Reyes, acusado de ligação com o tráfico de drogas.

A decisão foi anunciada na quinta-feira, dias depois de uma comissão anticorrupção apoiada pela Organização das Nações Unidas (ONU) ter pedido o afastamento de Reyes devido à suspeita de seu envolvimento com traficantes e uma rede de adoções ilegais.

Reyes, que estava no cargo desde o mês passado, nega as acusações, mas concordou em deixar a Procuradoria-Geral.

Em sua decisão, a Corte não mencionou diretamente as acusações contra Reyes. Mas alegou que a anulação da nomeação era necessária porque o processo para escolha dos indicados ao cargo teria sido influenciado pelo crime organizado.

O presidente do país, Álvaro Colom, afirmou estar "satisfeito" com a medida.

Crise Agora, a Suprema Corte dará início a um novo processo para a escolha do substituto de Reyes.

Segundo o presidente da corte, Roberto Molina Barreto, o afastamento deve solucionar a crise institucional que atinge o país desde a renúncia do chefe da Comissão Internacional contra a Impunidade na Guatemala, o espanhol Carlos Castreana.

Ele deixou o cargo no começo do mês sob a alegação de que o governo guatemalteco ignorava suas recomendações. A gota d'água para sua renúncia teria sido a nomeação de Reyes.

Em meio à turbulência política, quatro cabeças humanas foram encontradas na quinta-feira nas ruas da capital guatemalteca, junto com mensagens dirigidas ao ministro do Interior, Carlos Menocal.

As autoridades do país atribuem o incidente a uma reação do crime organizado a uma série de medidas adotadas pelo governo com o objetivo de evitar que líderes criminosos operem da prisão.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host