UOL Notícias Notícias
 

15/06/2010 - 10h58

Americano que diz estar em missão para matar Bin Laden é preso no Paquistão

Um americano que afirma estar em uma missão para matar Osama Bin Laden, foi preso no norte do Paquistão, informou a polícia local.

Segundo a polícia, Gary Brooks Faulkner, de 52 anos, foi preso nas montanhas do distrito de Chitral, ao norte de Peshawar.

Ele carregava uma pistola, uma adaga e uma espada, além de equipamento para visão noturna e literatura cristã, informou a polícia.

As autoridades afirmam que Faulkner foi parado perto da fronteira com a província de Nuristão, no Afeganistão, um conhecido reduto do Talebã.

Segundo a polícia informou à BBC, o americano foi preso no domingo à noite e disse que estava em uma missão para matar Bin Laden. Acredita-se que o líder da Al-Qaeda esteja escondido na região montanhosa entre o Paquistão e o Afeganistão.

Bin Laden é o homem mais procurado do mundo. Os Estados Unidos oferecem uma recompensa de até US$ 25 milhões por informações que levem à sua captura.

'Deus está comigo' Segundo a polícia, Faulkner chegou a Chitral com visto de turista no último dia 2. A polícia designou um guarda-costas para acompanhá-lo, mas ele desapareceu pouco depois.

As autoridades iniciaram buscas e ele foi encontrado a alguns quilômetros da fronteira com o Afeganistão.

O americano está sendo interrogado por oficiais de inteligência em Peshawar, a principal cidade no noroeste do Paquistão.

Ele disse à polícia que já visitou o Paquistão sete vezes, e esta foi sua terceira viagem a Chitral.

Segundo a polícia, Faulkner carregava um livro com versos e ensinamentos cristãos.

Segundo o porta-voz da polícia Mumtaz Khan disse à agência de notícias AP, quando os agentes perguntaram ao americano se ele tinha alguma chance de rastrear Bin Laden, ele respondeu: "Deus está comigo, e estou confiante de que vou ser bem sucedido na minha missão".

A embaixada americana no Paquistão confirmou que um cidadão americano foi preso no país e que está tentando acesso a ele.

Bin Laden tem escapado das tentativas americanas de prendê-lo desde os atentados de 11 de setembro, em 2001, atribuídos a ele.

Chitral é considerado um de seus possíveis esconderijos, pela proximidade com Nuristão.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,22
    3,148
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    0,64
    65.099,56
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host