UOL Notícias Notícias
 

18/06/2010 - 11h02

Austríaco é preso com mais de 1 milhão de fotos de pornografia infantil

Um homem de 53 anos foi preso após a polícia ter encontrado mais de um milhão de fotos de pornografia infantil em seu apartamento em Viena, na Áustria, no que está sendo considerada a maior quantidade de material de pedofilia já apreendida no país.

O homem, cujo nome não foi divulgado, também está sendo acusado de ter abusado sexualmente de duas meninas, de cinco e seis anos, filhas de uma tailandesa que morava com ele há três anos.

A prisão foi feita em abril, mas só foi anunciada nesta sexta-feira, após uma investigação e uma avaliação do material apreendido.

A polícia de Viena disse ter chegado ao criminoso por meio de ferramentas de busca em alemão.

De acordo com informações do site de notícias austríaco Kurier, a polícia teria confiscado, no apartamento do acusado, oito discos rígidos, um PC, um laptop e 250 DVDs, em que foram encontradas mais de um milhão de fotos de meninos e meninas menores de 14 anos com pouca roupa, imagens de crianças praticando atos sexuais e ainda filmes com bebês e crianças pequenas.

"Este é o maior número de fotos apreendidas na Áustria em uma única operação", disse um oficial da polícia de Viena.

Isolamento O homem detido, um aposentado de nacionalidade austríaca, era casado mas separou há três anos, ocasião em que uma mulher tailandesa e suas duas filhas foram morar com ele.

Depois de interrogatórios, a polícia concluiu que as duas meninas foram molestadas sexualmente pelo homem, apesar de a mãe ter dito que não percebeu nada.

De acordo com a polícia, o homem vivia socialmente isolado.

"Ele quase não tinha contato com o exterior. Ele não acompanhava muito o que acontecia no mundo normal", afirmou um investigador.

 

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host