UOL Notícias Notícias
 

21/06/2010 - 21h13

Governo Municipal aprova demolição de casas palestinas em Jerusalém

O Comitê Municipal de Planejamento de Jerusalém aprovou nesta segunda-feira um plano para demolir 22 casas palestinas no leste da cidade, de acordo com o jornal israelense Haaretz.

A demolição visa abrir espaço para um centro turístico. Os palestinos temem que este plano aumente ainda mais o controle dos israelenses no setor leste da cidade.

O prefeito de Jerusalém, Nir Barkat, pediu ao comitê municipal pela aprovação preliminar do plano, que deve afetar o bairro de Silwan.

Barkat apresentou o plano há meses, mas tinha concordado com um pedido do primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, de consultar os moradores palestinos da região antes de colocar o plano em prática.

O negociador chefe palestino, Saeb Erekat, afirmou que este plano para o bairro de Silwan é uma medida perigosa que requer intervenção internacional.

Vários advogados representantes dos moradores do bairro que serão afetados também se manifestaram contra o plano do comitê municipal, de acordo com o Haaretz.

A demolição de casas palestinas sob ordens israelenses já provocou uma reação dura dos Estados Unidos antes, que afirma que estas medidas podem prejudicar o processo de paz do Oriente Médio.

A parte leste de Jerusalém, a qual os palestinos reivindicam como capital de seu futuro Estado, foi ocupada por Israel durante a guerra de 1967 e posteriormente anexada.

Israel vê Jerusalém como sua capital "única e indivisível", e até hoje vem se negando a discutir a possibilidade de negociar sua divisão com os palestinos.

Cerca de 500 mil judeus vivem em mais de cem assentamentos construídos por Israel em Jerusalém Oriental e na Cisjordânia desde 1967. Eles são considerados ilegais por uma resolução da ONU, a qual Israel contesta.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host