UOL Notícias Notícias
 
04/07/2010 - 12h12 / Atualizada 04/07/2010 - 12h42

Polícia belga investiga ameaças de morte em casos de pedofilia na Igreja

A polícia da Bélgica disse à BBC que está investigando ameaças de morte contra testemunhas e magistrados nos casos de acusação de pedofilia por membros do clero no país.

Jean Marc Meillure, porta-voz da Promotoria, confirmou a investigação.

"Há algumas ameaças contra algumas pessoas relacionadas aos casos, e a promotoria está investigando isso." Segundo o porta-voz, as ameaças foram feitas contra pessoas que deram informações ou apresentaram queixas às autoridades, ou contra juízes.

A Bélgica é um dos muitos países em que a Igreja Católica foi abalada por denúncias de abuso sexual por parte do clero.

No mês passado, a polícia invadiu uma reunião de bispos católicos na Bélgica como parte da investigação, apreendendo computadores e documentos.

Na ocasião, alguns clérigos chegaram a ser detidos por nove horas e tiveram seus telefones celulares confiscados, para que não pudessem se comunicar com o Vaticano, ou com assessores.

A polícia ainda teria perfurado o túmulo de um cardeal belga na catedral de Mechelen, no que parecia ser uma busca frenética por documentos incriminatórios.

Os policiais também invadiram a casa do arcebispo da Bélgica aposentado recentemente, o cardeal Godfried Danneels, apreendendo documentos e seu computador.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h59

    0,40
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h01

    0,24
    65.167,14
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host