UOL Notícias Notícias
 
12/07/2010 - 23h45

Fidel Castro dá a primeira entrevista à TV em quase um ano

Uma entrevista com o ex-presidente cubano Fidel Castro foi transmitida na noite desta segunda-feira pela televisão estatal de Cuba, na primeira aparição do líder cubano na TV em 11 meses.

Durante entrevista ao programa Mesa Redonda, Fidel, que está com 83 anos de idade, respondeu a perguntas e falou sobre temas de política internacional, entre eles, a questão do programa nuclear iraniano e as tensões em relação à Coreia do Norte.

Vestindo uma camisa quadriculada e uma jaqueta esporte, o líder cubano parecia bem de saúde, embora, segundo o correspondente da BBC em Havana, Michael Voss, por algumas vezes sua voz tenha soado fraca e rouca.

Segundo Voss, esta foi a mais significativa entrevista de Fidel à televisão desde 2006, quando foi obrigado a transmitir o poder a seu irmão Raúl Castro, atual presidente de Cuba, por problemas de saúde.

Não ficou claro se a entrevista, de cerca de uma hora de duração, estava gravada ou se foi transmitida ao vivo.

Guerra Durante o programa, Fidel fez duras críticas ao governo dos Estados Unidos, principalmente em relação as suas políticas para Teerã e Pyongyang, e afirmou considerar um ataque americano ao Irã iminente.

Para o líder cubano, no entanto, uma eventual guerra entre os dois países seria mais delicada para os EUA do que a invasão americana ao Iraque.

"O Iraque não tinha o armamento (de destruição em massa). Era um país dividido entre curdos, xiitas e sunitas. Nenhuma destas divisões existe no Irã. Então, os Estados Unidos vão encontrar resistência, o que não tinham no Iraque", disse.

A entrevista do líder cubano foi transmitida depois de fotografias mostrando Fidel em público terem sido divulgadas durante o final de semana.

Segundo o correspondente da BBC, o repentino retorno de Fidel à mídia pode ter o objetivo de indicar que, apesar de estar formalmente afastado do poder, ele continua fazendo parte dos processos de decisão na ilha.

Fidel continua sendo o líder do Partido Comunista de Cuba e publica artigos opinativos periodicamente na imprensa do país.

Embora não tenha sido mencionado na entrevista desta segunda-feira, a aparição de Fidel no programa de televisão acontece após um anúncio feito na semana passada de que o governo cubano irá libertar 52 prisioneiros políticos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host