UOL Notícias Notícias
 
16/08/2010 - 10h13

Ladrão que fingia ataques para não pagar contas é condenado nos EUA

Um homem que fingia ter convulsões em restaurantes para evitar pagar a conta nos Estados Unidos foi condenado a 18 meses de prisão.

Andrew Palmer comia em restaurantes caros em Baltimore. Ao receber a conta, ele sempre fingia passar mal. Em geral, Palmer costumava comer pouco e beber muito, com contas custando por volta de US$ 100.

Na semana passada, ele foi condenado à prisão.

Palmer costumava cair no chão e fingir que estava tendo algum tipo de ataque, enquanto os funcionários do restaurante chamavam uma ambulância. Em um dos golpes, testemunhas disseram que ele "rolava de um lado para o outro, enquanto cuspia comida no chão".

Ao ser levado de maca para fora do restaurante, ele conseguia sair sem pagar. No hospital, ele recebia alta após receber algum tipo de tratamento leve.

Pelo menos dez restaurantes em Baltimore, no Estado americano de Maryland, foram vítimas do golpe.

A polícia o apelidou de ladrão "Dine and Dash" (algo como "Come e Some", em português).

Palmer, que já tinha uma ficha criminal por outros roubos, foi preso depois que restaurantes em Baltimore receberam um alerta da polícia contra o golpe.

Segundo o jornal Baltimore Sun, ele já foi preso mais de 80 vezes, e possui 40 condenações por outros crimes, desde 1985. Sua ficha criminal tem 133 páginas.

No dia 26 de abril, ele tentou aplicar seu conhecido golpe no restaurante Burke's para evitar pagar uma conta de US$ 51,85, mas acabou preso. A polícia conversou com dezenas de donos de restaurantes e enfermeiros para elaborar a acusação contra Palmer.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h30

    0,14
    3,172
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h38

    -0,43
    65.385,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host