UOL Notícias Notícias
 
15/09/2010 - 17h34

Grã-Bretanha é 'país de terceiro mundo', diz assessor de Bento 16

Um importante assessor do papa Bento 16, o cardeal Walter Kasper, cancelou sua visita à Inglaterra e à Escócia junto com o pontífice depois de declarar em entrevista que a Grã-Bretanha é um "país de terceiro mundo", marcado por um "ateísmo novo e agressivo".

O papa Bento 16 inicia nesta quinta-feira uma visita de quatro dias à Grã-Bretanha.

Kasper fez as declarações em entrevista à revista alemã Focus. O cardeal, que também é alemão, afirmou ainda que "quando você pousa (no aeroporto de) Heathrow (em Londres), às vezes pensa que pousou em um país de terceiro mundo".

O Vaticano afirmou que o cardeal não tinha nenhuma intenção de "desrespeitar" e acrescentou que Kasper estava fazendo uma referência à sociedade multicultural da Grã-Bretanha.

Fontes do Vaticano informaram também que Kasper cancelou sua visita à Grã-Bretanha junto com o papa devido a problemas de saúde. Ele estaria sofrendo de gota e foi aconselhado pelos médicos a cancelar a viagem.

Nem todos os comentários de Kasper a respeito da Grã-Bretanha, no entanto, foram de crítica. "Todos os que conhecem a Inglaterra sabem que há uma grande tradição cristã lá", afirmou.

Walter Kasper também fez críticas à companhia aérea britânica British Airways, afirmando que, se um passageiro usa um crucifixo a bordo de um dos aviões da companhia, "sofre discriminação".

Em 2006, uma funcionária da companhia recebeu um aviso para não usar mais um crucifixo no horário de trabalho. Ela levou o caso à Justiça trabalhista britânica alegando discriminação religiosa, mas não conseguiu mudar a decisão.

A British Airways, por sua vez, mudou sua regra em 2007, permitindo que seus funcionários usem símbolos de fé ou de caridade.

'Absurdo'
De acordo com o correspondente da BBC em Roma, David Willey, os comentários do cardeal, que renunciou em julho ao cargo de chefe do departamento que lida com outras religiões cristãs, demonstram uma certa deselegância às vésperas da visita de Bento 16 à Grã-Bretanha.

No entanto, segundo o correspondente, a entrevista de Kasper não deve ter um efeito muito negativo na visita do papa.

Para Clifford Langley, do jornal católico britânico The Tablet, o cardeal obviamente estava "falando um absurdo".

"Não acho que ele acredita que a Grã-Bretanha está sob o domínio do ateísmo secular e ele não deveria ter dito isto", afirmou.

"Eles estão falando que foram problemas de saúde (que obrigaram o cardeal a cancelar sua visita à Grã-Bretanha), mas eu me pergunto se isto é verdade. Me pergunto se a participação dele foi cancelada pelo fato de ele ser um constrangimento", acrescentou.

A British Airways, por sua vez, afirmou que o cardeal estava "mal informado". "É completamente falso que nós discriminamos cristãos ou membros de qualquer outra religião", afirmou a companhia em uma declaração.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h30

    0,26
    3,138
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h31

    -0,58
    75.563,59
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host