UOL Notícias Notícias
 

Terremoto no Japão

Um dos maiores tremores da história desencadeia um tsunami, provoca mortes e deixa um rastro de destruição no Japão

  • Imagem: Reprodução
06/04/2011 - 05h28

Operadora de usina no Japão diz ter contido vazamento radioativo para o mar

A operadora da usina nuclear Fukushima Daiichi, no Japão, afirmou nesta quarta-feira ter conseguido conter o derramamento de água radioativa para o Oceano Pacífico.

Engenheiros da empresa injetaram agentes químicos para solidificar o solo perto de uma rachadura pela qual a água estava escapando desde que a usina foi danificada pelo terremoto e o tsunami que atingiram o Japão no dia 11 de março.

Medidas anteriores de emergência tentaram usar concreto, papel e serragem, mas sem sucesso.

A companhia disse que ainda precisa liberar no oceano cerca de 11,5 mil toneladas de água com baixo nível de radiação, por falta de espaço para armazenar o líquido.

O desastre natural afetou os sistemas de resfriamento das usinas, levando os técnicos a bombear água do mar para dentro dos reatores com o objetivo de evitar o superaquecimento.

Amostras de água usada para resfriar um dos seis reatores da usina - o reator número 2 -, registraram níveis de radioatividade cerca de 5 milhões de vezes acima dos níveis normais.

As autoridades dizem que esta água não oferece risco para seres humanos.

Tratamento nuclear

O Japão pediu à Rússia autorização para usar o navio russo Landysh, chamado em japonês de Suzuran, uma das maiores plataformas de tratamento de líquido radioativo do mundo.

A embarcação, utilizada pela Rússia para desativar submarinos nucleares no porto de Vladivostok, no leste do país, é capaz de processar 35 metros cúbicos de líquido radioativo e 7 mil metros cúbicos por ano.

A agência nuclear russa, Rosatom, disse que está trocando informações com as autoridades japonesas a respeito dessa possibilidade.

Devido ao alto nível de radiação na área, só a partir de setembro os edifícios que contêm os reatores nucleares devem começar a ser cobertos com placas especiais de metal, disse uma fonte do governo japonês.

Veja mais

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,85
    3,308
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h22

    0,25
    72.607,70
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host