UOL Notícias Notícias
 

19/06/2007 - 08h14

De olho em proibição de fumo, fabricante britânico aposta em rapé

Um hábito que perdeu sua popularidade no século XVIII poderá retornar graças à iminente proibição do fumo em locais públicos fechados na Grã-Bretanha: o de cheirar rapé. Um fabricante britânico lançou há uma semana o Zuka black, um pó feito à base de tabaco que, ao ser inalado, ativa as mesmas sensações provocadas pela nicotina quando tragada pelo cigarro.

O produto pode ser uma alternativa para os fumantes que serão impedidos de acender seus cigarros em pubs, bares e restaurantes a partir do 1º de julho, quando a nova lei anti-fumo entra em vigor na Inglaterra - na Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales, a lei já foi introduzida.

O rapé Zuka black, que tem odor de frutas cítricas, vem dentro de uma cápsula de plástico, acompanhada de um lenço de algodão e instruções para o uso.

Uma cápsula contém cerca de 60 doses e é vendido dentro de um pacote semelhante ao maço de cigarro por 4,99 libras (R$ 20).

A empresa Zuka, criadora do produto, ainda está lançando o Zuka zee, que também vem na versão em pó, mas não contém tabaco. O Zuka zee é feito à base de açúcar e tem cheiro de menta.

Os dois produtos já estão sendo vendidos em bares, pubs e restaurantes. A lei que vai proibir o fumo em locais fechados na Inglaterra não restringe o uso do tabaco consumido via nasal.

Segundo o fabricante, a inalação do rapé provoca uma ação quase imediata e até mais forte da nicotina, causando malefícios à saúde.

Mesmo assim, o diretor da Zuka, Michael Coyle, acredita que a moda vai pegar.

"Este produto vai dar aos fumantes a possibilidade de continuar usando o tabaco de forma socialmente aceitável, sem precisarem sair dos locais todas as vezes que tiverem vontade de fumar", diz. A prática de cheirar rapé foi introduzida na Inglaterra há mais de 200 anos e foi muito popular até a introdução do cigarro no século 18. No Brasil, o hábito de cheirar rapé foi difundido até o início do século passado. O produto vinha em caixinhas já ralado, pronto para o consumo, ou como um pedaço de fumo inteiro. Nesse caso, usava-se um minúsculo ralador para ralar o fumo pouco antes de ser consumido para obter-se um cheiro de melhor qualidade.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h50

    -0,29
    5,325
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h53

    0,20
    87.573,84
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host