UOL Notícias Notícias
 

01/07/2007 - 10h47

Arqueólogos encontram câmara secreta em túmulo chinês

Arqueólogos na China anunciaram a descoberta de uma misteriosa câmara subterrânea dentro do complexo onde está o túmulo do imperador Qin Shihuang, guardado pelos famosos guerreiros de terracota.

Apenas uma pequena parte do complexo de 2 mil anos havia sido escavada, desde que foi descoberta por acaso por camponeses que tentavam abrir um poço, nos anos 70.

Registros históricos sugerem que centenas de milhares de pessoas trabalharam por quase 40 anos para completar as obras no túmulo e em seus arredores, mas não havia menção sobre o local recém-descoberto.

A câmara fechada, de 30 metros de profundidade, foi encontrada graças a uma tecnologia de sensibilidade remota.

Ela fica por cima do próprio túmulo, e os especialistas acreditam que o local foi construído para ser um repositório para a alma do imperador.

O complexo é guardado por milhares de estátuas de terracota em tamanho natural, os famosos guerreiros, que carregavam armas de verdade.

Qin Shihuang foi o primeiro imperador da China. Ele usou de força para conseguir um Estado unificado em 221 a.C., e se tornou um símbolo para o país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,63
    3,905
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    -0,44
    87.449,50
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host