UOL Notícias Notícias
 

05/11/2008 - 09h31

Vitória de Obama não elimina incerteza no Iraque

O governo iraquiano parabenizou o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, dizendo que a vitória do democrata é um momento histórico.

Segundo o correspondente da BBC em Bagdá Andrew North, Sadeq Rikabi, conselheiro do primeiro-ministro Nouri al-Maliki, descreveu a vitória de Obama como um exemplo de democracia sem precedentes, na primeira reação oficial à eleição americana.
  • Barack Obama é o primeiro negro eleito presidente dos EUA



No Iraque, há uma grande expectativa sobre o que o novo governo americano irá representar para o país.

Rikabi afirmou que o governo iraquiano espera poder trabalhar com o novo presidente americano.

Saleh al Obeidi, um político ligado ao clérigo Moqtada al-Sadr, que sempre se opôs à ocupação americana, disse que o Iraque espera grandes mudanças agora - uma resposta positiva, se for levado em conta a posição normalmente hostil do grupo em relação aos Estados Unidos.

Mas, segundo North, muitos iraquianos parecem preocupados com a possibilidade de que Obama decida retirar as tropas americanas do Iraque antes que as forças iraquianas estejam totalmente prontas para lidar com os problemas de segurança do país.

Outros demonstram ceticismo quanto a eventuais mudanças que um governo democrata nos Estados Unidos possa trazer ao Iraque.

North diz que apesar de alguns iraquianos estarem entusiasmados com a vitória de Obama, resta muito para que o presidente eleito justifique esse entusiasmo quando chegar, de fato, ao poder.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host