Topo

CarnaUOL

Anderson Baltar


Novo presidente assume Salgueiro e anuncia novos mestres de bateria

Divulgação/Alex Nunes
Salgeiro: O presidente André Vaz e o vice-presidente Joaquim Cruz (ao centro) com os irmãos Guilherme e Gustavo, da bateria Furiosa Imagem: Divulgação/Alex Nunes
Anderson Baltar

Anderson Baltar é jornalista, formado pela UFRJ e tem 42 anos. Com mais de 15 anos de experiência na mídia carnavalesca, foi assessor de imprensa da União da Ilha e Império Serrano, produtor de Carnaval da TV Globo e trabalhou em coberturas de desfiles nas rádios Manchete e Tupi. Desde 2011, é âncora e coordenador da Rádio Arquibancada, web rádio com programação inteiramente voltada para o Carnaval. Em 2015, lançou o livro "As Primas Sapecas do Samba", ao lado dos também jornalistas Eugênio Leal e Vicente Dattoli.

2018-12-14T19:47:26

14/12/2018 19h47

Após decisão judicial, André Vaz assumiu o cargo de presidente do Salgueiro na manhã desta sexta-feira (14). Líder da Chapa 2, de oposição à ex-presidente Regina Celi, André foi empossado após sete meses de intensa briga judicial e terá o desafio de preparar o desfile da vermelha e branca da Tijuca em dois meses e meio. "O objetivo único da equipe será fazer um Carnaval competitivo. Vamos sentar com fornecedores, organizar as dívidas e trabalhar muito. O Salgueiro voltou a ser do salgueirense", afirmou.

André chega ao comando da escola após decisão do desembargador Werson Rêgo, da 25ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Após contestar a legitimidade da chapa de Regina Celi, que venceu as eleições em maio, a Justiça determinou a realização de uma nova eleição neste domingo (16), mas sem a participação da presidente. Como a Chapa 1, de situação, não inscreveu-se no prazo determinado (até segunda-feira, dia 10), o desembargador deu ganho de causa à Chapa 2.

Ao lado do vice-presidente, Joaquim Cruz, André afirmou que o momento é de fortalecimento da escola, e pediu aos componentes que esqueçam as diferenças. "Começamos o nosso trabalho com poucas pessoas e fomos conquistando a confiança de vocês. Isto faço questão de frisar, não será rompido. O que foi pregado durante toda a campanha vai ser realizado e agora, mais do que nunca, deve prevalecer a união."

Apesar do discurso de conciliação, na tarde desta sexta, o mestre de bateria, Marcão, anunciou seu desligamento do cargo. Em seguida, a escola anunciou os irmãos Guilherme e Gustavo como os novos comandantes da bateria Furiosa. Integrantes da comunidade e crias da escola-mirim, eles são músicos de apoio e já trabalharam com artistas como Fundo de Quintal, Clareou, Dudu Nobre e Ludmila.

Algumas mudanças sensíveis deverão ser divulgadas nos próximos dias. É dada como certa a volta do casal de mestre-sala e porta-bandeira, Sidclei e Marcella. Ela, que foi demitida em julho, apesar de estar grávida, será mãe no final de dezembro e, mesmo assim, manteve toda sua preparação ao lado de seu partner, que demitiu-se em solidariedade. Jackeline e Vinicius Pessanha, que foram efetivados, deverão ser dispensados.

Quem também deve ser anunciado como novo cantor da escola é Quinho. O carismático intérprete, afastado da escola há cinco anos, inclusive já comemora em vários áudios que viralizaram pelos celulares dos sambistas desde a quinta-feira. A dúvida é se Emerson Dias, contratado logo após o Carnaval, será mantido e formará a dupla de cantores com Quinho. Por outro lado, o carnavalesco Alex de Souza deverá permanecer no comando do barracão da escola.