Topo

CarnaUOL

Rio de Janeiro


Liga do Rio muda regra e sorteia notas descartadas só no dia da apuração

Vanderlei Almeida/AFP
Sambódromo da Marquês de Sapucaí Imagem: Vanderlei Almeida/AFP

Olívia Dantas

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-01-29T16:47:56

29/01/2019 16h47

O julgamento das escolas de samba do Rio de Janeiro terá mudanças no Carnaval 2019. De acordo com a Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro), os jurados que terão suas notas descartadas serão sorteados só no dia da apuração, na Quarta-Feira de Cinzas, 6 de março.

No ano passado, o sorteio dos dois julgadores de cada um dos nove quesitos que ficaram de fora foi feito no dia do próprio desfile (veja a programação do Rio). Nesse caso, as notas deles ficaram como "reserva", caso houvesse  problema com algum dos jurados "titulares".

Ainda haverá seis jurados para cada critério, sendo que dois serão sorteados para a reserva no dia da apuração. Das quatro notas restantes, a mais baixa também será descartada --como já acontecia nos anos anteriores.

Outra alteração em relação ao desfile de 2018 é que haverá seis módulos para abrigar os avaliadores, dois a mais do que no Carnaval anterior. Com isso, os julgadores dos módulos 3 e 4, localizados nos setores 6 e 8 da Marquês de Sapucaí, obrigatoriamente terão notas válidas. Ou seja, só os jurados dos módulos 1, 2, 5 e 6 entram no sorteio do descarte.

As escolas do Grupo Especial continuam tendo de 65 a 75 minutos para se apresentar, com quatro paradas obrigatórias em frente aos módulos julgadores, já que a primeira e a última cabines serão duplas.
 

Mais Rio de Janeiro