PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Pabllo Vittar traz "diversidade e resistência" para Carnaval de São Paulo

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

24/02/2019 22h03

Bastou aparecer em seu trio elétrico que Pabllo Vittar já colocou todos os foliões reunidos no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo, para chacoalhar, rebolar e gritar bem, bem alto. A cantora se apresentou em seu próprio bloco, última atração do "Arena Festival".

Para ela, que já comandou sua folia em diversas regiões do Brasil no ano passado, como o circuito Barra-Ondina, o Carnaval não é só diversão, mas também um ato de resistência.

"Eu sempre liguei drag queen com o Carnaval. Desde pequeneninha, mesmo quando bem pensava em ser drag, acho que tem tudo a ver, é uma coisa feliz, linda. Além de trazer representatividade, visibilidade pra esse momento que a gente vive hoje, vamos se divertir e amar muito", declarou ela ao UOL.

Quando questionada se a festa é uma mistura de resistência e diversão, ela é taxativa: "Sempre".

A ex-BBB e jornalista Ana Paula Renault, que participou do trio, também vê o bloco de Pabllo como importante à representatividade.

"Acho que no Brasil seria inconcebível a fama que ela tem hoje sendo uma drag. Ainda mais no Brasil nos dias de hoje, governado pelo [Jair] Bolsonaro, acho isso um tapa na cara de quem elegeu o Bolsonaro. Então vamos comemorar e enaltecer mais pessoas como a Pabllo, acho que a única saída pro Brasil é essa: é diversidade, é respeito", disse ela.

Pabllo também prometeu suar bastante durante sua apresentação. Promessa cumprida. A cantora corria, pulava e dançava de um lado para o outro, enquanto o público seguia, tomado pela energia.

Outra que brilhou foi a ex-fazenda Gabi Prado, que também participou da festa. Quando o trio parou, ela acenou para o público, que a louvou com gritos: "Gabi! Gabi!".

Com hits como "Problema Seu, "Sua Cara", "K.O" e "Corpo Sensual, a cantora fez os foliões vibrarem até por volta de 21h40, quando o "Arena Festival" se encerrou, e o público começou a deixar o pavilhão. Os bombeiros estimam que cerca de 30 mil pessoas curtiram a folia ao longo do dia.

São Paulo