Topo

CarnaUOL

Rio de Janeiro


David Brazil tem melhor reação com beijos de Neymar e Anitta: "Tô passado"

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

05/03/2019 10h25

Onipresente no mundo das celebridades, David Brazil teve uma das reações mais curiosas com a noite com beijos entre Neymar e Anitta durante os desfiles de Carnaval, na Sapucaí. Em seu Instagram, ele pareceu adiantar o clima entre o craque do futebol e a estrela pop. Mais tarde, disse, em poucas palavras, que também se surpreendeu com o desenrolar das notícias.

O primeiro post com Neymar e Anitta foi no comecinho da madrugada. David Brazil aparece à direita, com Anitta no meio, abraçando Neymar "Segura esse casal, Brasil", postou ele, com emojis de diabinho.

Segura esse casal Brasil

Uma publicação compartilhada por David Brazil (@davidbrazil) em

Cerca de duas horas depois, ele foi espirituoso ao postar uma foto em que Anitta aparece à frente e ele aparece apoiado em Neymar, com cara de surpresa.

"Também tô passado", postou David Brazil. 

Tbm tô passado

Uma publicação compartilhada por David Brazil (@davidbrazil) em

A noite de curtição de Anitta no Carnaval do Rio

UOL Entretenimento

David Brazil ainda usou os stories pra questionar: "Oi Anitta, oi Juninho. Tão aonde vocês, hein? O povo quer saber". E fez uma enquete para saber se a galera aprova ou reprova o affair. 

Segundo o UOL apurou, Neymar e Anitta se beijaram em uma sala reservada - porém nada secreta - na Sapucaí. 

A cantora e o craque chegaram juntos à Marquês de Sapucaí e foram direto para o camarote Rio. Só as fotos dos dois juntos já era combustível suficiente para incendiar a avenida por todo o Carnaval, mas a coisa evoluiu: eles se beijaram em um espaço reservado do Nosso Camarote, onde também estava a ex Bruna Marquezine.

 Os dois sequer fizeram muita questão de esconder. O entra e sai no local era grande e gente de fora do círculo próximo dos dois viu o que aconteceu. A equipe de Ludmilla, os amigos da cantora, os parças, além do staff do camarote, que incluía sócios, produtores e seguranças, tinham acesso à sala. 

Não foi a primeira vez que eles ficaram e, pelo visto, como das outras vezes, é algo sem compromisso.

Mais Rio de Janeiro