Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/ciencia/album/2014/11/03/veja-imagens-de-ciencia-do-mes-novembro20014.htm
  • totalImagens: 74
  • fotoInicial: 73
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20141103111943
    • Ciência [45097];
Fotos

LUZ ZODIACAL - O European Southern Observatory (Observatório Europeu do Sul, em tradução livre do inglês) divulgou uma imagem feita em setembro de 2009 no observatório de La Silla, no Chile, que mostra uma luz zodiacal, isto é, um brilho triangular. O brilho deixa evidente um mar de nuvens que se instalaram no vale abaixo de La Silla, que fica a uma altitude de 2400 metros. A luz zodiacal é a luz solar refletida em entre o Sol e a Terra. Como implica seu nome, este brilho celeste aparece no anel de constelações conhecidas como o zodíaco Y.Beletsky/Europeu Southern Observatory/AFP Mais

DE VOLTA AO LAR - Cientistas chineses inspecionam sonda espacial após seu retorno à Terra no dia 1° na região da Mongólia. Os chineses conseguiram, pela primeira vez na história do país, fazer regressar um dispositivo espacial, que resistiu à viagem de volta enfrentando temperaturas elevadíssimas na reentrada na atmosfera terrestre. A sonda pousou após atingir uma velocidade de 11,2 quilômetros por segundo Zhang Ling/Xinhua Mais

GALÁXIAS - O telescópio espacial Hubble capturou uma imagem da ponta da galáxia NGC 4762. Também é possível ver uma série de outras galáxias distantes espalhadas no fundo. A NGC 4762 encontra-se cerca de 58 milhões de anos-luz da Terra, na constelação de Virgo (A Virgem), que concentra pouco mais de 2000 galáxias no aglomerado ESA/Hubble & NASA Mais

POEIRA NAS FOTOS - Ilustração divulgada pelo European Southern Observatory (Observatório Europeu do Sul, em tradução livre do inglês) mostra um planeta contornado por uma estrela e um brilho refletido pela poeira zodiacal. Esta luz se dá com o resultado de colisões entre asteroides e a evaporação de cometas. A presença de tais nuvens feitas de uma grossa poeira nas regiões em torno de algumas estrelas pode representar um obstáculo à imagem direta de planetas no futuro, como por exemplo, a Terra L.Calcada/AFP/Eeuropeu Southern Observatory Mais

FÓSSEIS DE ANCESTRAIS DOS DINOSSAUROS - Fotografia cedida pela Universidade de San Juan mostra micro fósseis encontrados em um reservatório na província de San Juan, na Argentina, em um lugar chamado pelos pesquisadores como "Quebrada del Puma". Esta descoberta revelou a existência de 12 espécies novas, ancestrais dos dinossauros, de mamíferos primitivos e de tartarugas que habitavam a Terra cerca de 200 milhões de anos atrás, quando todos os continentes ainda estavam unidos Ricardo Martinez/Universidade de San Juan/EFE Mais

INSPEÇÃO NO LOCAL DA QUEDA DE NAVE ESPACIAL - Investigadores inspecionam destroços da nave SpaceShipTwo, da Virgin Galactic, nesta segunda-feira (3). A nave destinada ao projeto de turismo espacial do bilionário Richard Branson caiu após um voo de teste no deserto de Mojave, na Califórnia. Um piloto morreu no acidente e outro está gravemente ferido David McNew/Reuters Mais

ESTUDO NAS GELEIRAS E MONTANHAS DA ANTÁRTIDA - Imagem divulgada pela Nasa (agência espacial americana) mostra geleiras e montanhas observadas durante um voo da operação IceBridge na Antártida. A missão, que está no sexto ano consecutivo, consiste em pesquisas na região para estudar as mudanças na camada de gelo do continente e das geleiras. A operação usa um conjunto de instrumentos capazes de detectarem alterações mínimas na quantidade de massa das geleiras Nasa/Michael Studinger Mais

TUFÃO VISTO DO ESPAÇO - A imagem de satélite, divulgada pela Nasa (agência espacial americana), mostra o tufão Nuri, no ocidente do oceano Pacífico. O satélite da agência espacial observou a evolução do fenômeno que no dia 1º de novembro era um ciclone tropical e agora virou um tufão Nasa Mais

BURACO NO CÉU - Um fotógrafo registrou nesta segunda-feira (3) uma formação relativamente rara de nuvens com a câmera de seu smartphone no céu em Wonthaggi, na Austrália, no momento em que um arco-íris se formava. O 'buraco' que aparece entre as nuvens é um fenômeno que ocorre quando parte das gotas de água de uma nuvem congelam, se tornam cristais de gelo, e caem abaixo da camada da nuvem Leesa Wilmott/ AP Mais

SELFIE ESPACIAL - Tripulação da Expedição 41 faz selfie na Estação Espacial Internacional. Da esq. para a dir.: o astronauta da ESA (Agência Espacial Europeia) Alexander Gerst, os cosmonautas da Roscosmos (Agência Federal Espacial Russa) Elena Serova, Maxim Suraev e Alexander Samokutyaev e os astronautas da Nasa Reid Wiseman e Barry Wilmore. A expedição iniciada em setembro deve terminar em março de 2015 ESA Mais

NEVE ANTES DO INVERNO - Uma poderosa frente com origens em Manitoba, no Canadá, levou neve e geada para a Flórida, em regiões que às vezes não há neve nem no inverno. A imagem, obtida por um satélite da Nasa (agência espacial americana), mostra o sul da cordilheira dos Apalaches, ao longo da fronteira do Tennessee, que também apresentou neve Nasa/Earth Observatory Mais

TESTE DE ESPAÇONAVE TRIPULADA - A espaçonave Orion, que futuramente enviará humanos para Marte, é observada no centro espacial Kennedy, da Nasa (agência espacial americana), na Flórida. O quarto -e último - painel Ogive, que reduz o som e a vibração dentro da nave, foi instalado para um teste, previsto para o dia 4 de dezembro. A Orion irá viajar 1.610 quilômetros de altitude acima da Terra e depois de 4 horas, irá adentrar a Terra e cair no oceano Pacífico. O primeiro voo vai verificar sistemas de lançamento e reentrada de alta velocidade, controle de atitude, paraquedas e o escudo térmico Nasa/Kim Shiflett Mais

PERFURAÇÃO EM MARTE - Imagem mostra primeira perfuração do robô Curiosity, da Nasa (agência espacial americana), no monte Sharp, em Marte. Na ocasião, o robô encontrou um pó de rocha avermelhado com mais hematita do qualquer outra amostra obtida por ele ao longo da missão, que já completa dois anos.A hematita, um mineral de óxido de ferro, dá pistas sobre as condições ambientais do planeta durante sua formação e já havia sido mapeada antes mesmo do robô pousar no planeta vermelho Nasa/JPL-Caltech/MSSS Mais

FÓSSEIS CONTRABANDEADOS - O governo da França entregou fósseis de Mesosaurus braziliensis de grande valor científico, exportados ilegalmente para a Europa e apreendidos pela aduana francesa, à Polícia Federal do Brasil. Os fósseis, que têm idade aproximada de 250 milhões de anos, estavam embalados e identificados como livros religiosos Wilson Dias/Agência Brasil Mais

'PEIXE LAGARTO' - Um grupo de cientistas encontrou na China o primeiro fóssil de um ictiossauro anfíbio. Os ictiossauros - palavra derivada do grego que significa "peixe lagarto" - eram répteis pré-históricos aquáticos que tinham ancestrais terrestres, mas até hoje não havia fósseis que demonstrassem sua transição da terra para o mar. A descoberta, publicada na revista Nature, preencheu essa lacuna evolutiva Reprodução/Ryosuke Motani Mais

5.nov.2014 - A reprodução de um crânio de Vintana sertichi (ao fundo) com reconstrução de como seria o mamífero feita pelo Staab Studios. A Universidade Stony Brook, em Nova York, divulgou estudo sobre as características desse animal, descobertas a partir da descoberta de um crânio em Madagascar, em 2010. O estudo do crânio do mamífero que teria vivido há aproximadamente 72 milhões de anos - e que os cientistas apelidaram de "máquina de mastigar" - provou que esse animal tinha sentidos muito aguçados, especialmente visão, audição e olfato Joseph Groenke/Stony Brook University/ Reuters Mais

FORMAÇÃO DE PLANETAS - Uma nova imagem obtida pelo telescópio Alma, do ESO (Observatório Europeu do Sul), revela um detalhe extraordinário, nunca observado até hoje, de um disco de formação planetária em torno de uma estrela jovem. Estas são as primeiras observações do telescópio feitas com a sua configuração e são as imagens mais nítidas obtidas até hoje pelo instrumento. Os novos resultados constituem um enorme passo em frente no estudo do desenvolvimento de discos protoplanetários e formação de planetas ESO/NAOJ/NRAO Mais

NEBULOSAS REGISTRADAS PELA NASA - A imagem, obtida pelo telescópio Wise da Nasa (agência espacial americana), mostra dezenas de nuvens densas, que são chamadas de nebulosas. Muitas delas são encontradas em locais onde novas estrelas se formam Nasa Mais

GALÁXIAS DISTANTES - A imagem, obtida pelo telescópio Hubble da Nasa (agência espacial americana), mostra mais de 5.000 galáxias. Segundo a agência, algumas delas tem mais de 13,2 bilhões de anos e são as galáxias mais distantes já observadas Nasa Mais

SISTEMA ESTRELAR ILUMINADO - O telescópio Hubble, da Nasa (agência espacial americana), registra sistema múltiplo estrelar chamado XZ Tauri, vizinho de HL Tauri, cercado de vários objetos estelares jovens. XZ Tauri sopra uma bolha de gás quente para o espaço circundante, que é preenchido com pedaços brilhantes que emitem fortes ventos e jatos. A ação de todos os objetos ilumina a região ESA/Hubble and Nasa Mais

GRANDES CÍRCULOS NO ORIENTE MÉDIO - Uma coleção de onze fotografias áreas do Arquivo Fotográfico Aéreo para Arqueologia do Oriente Médio podem ajudar a desvendar o enigma dos anéis de pedra antigos encontrados por arqueólogos da Universidade de Durham, na Inglaterra, perto de Homs, na Síria. Os estudiosas ainda não conseguiram descobrir para que os "Big Circles" (Grandes Círculos, em livre tradução) foram construídos. De acordo com o site Live Science, as imagens, de curadoria do arqueólogo David Kennedy, da Universidade da Austrália Ocidental, revelam detalhes importantes das estruturas David L. Kennedy/ Arquivo Fotográfico Aéreo para Arqueologia do Oriente Médio Mais

EXPLOSÃO SOLAR - Imagem obtida pelo observatório Solar Dinâmico, da Nasa (agência espacial americana), mostra uma explosão solar de intensidade média. Esta é a segunda erupção desta intensidade no mesmo local. As labaredas solares são poderosas rajadas de radiação, mas quando tem intensidade média não são capazes de atravessar a atmosfera da Terra. No entanto, quando intensas podem prejudicar os sinais de GPS e telecomunicações Nasa/SDO Mais

RATINHOS TRANSPARENTES - Usando um método que remove quase completamente a cor dos tecidos, cientistas japoneses disseram ter conseguido examinar órgãos do camundongo e corpos inteiros sem ter que cortá-los Riken/AFP Mais

FÓSSIL DE MASTODONTE - Um homem que cavava um poço em seu jardim encontrou fósseis que especialistas acreditam ser de um mastodonte de 10 mil anos de idade na cidade de San Lorenzo, 300 km ao norte da capital argentina. "Supomos que se trata de um mastodonte e que sua presa era de marfim, mas precisamos realizar estudos para confirmar nossas suposições", declarou o canal Todo Noticias Gines Benitez, chefe do Museu Histórico Regional de San Lorenzo. Benitez indicou que a maioria destes animais eram herbívoros e que apenas a presa pode pesar cerca de oito quilos Museu Histórico Regional de San Lorenzo Mais

DNA DE FÓSSIL DE 37.000 ANOS - O DNA recuperado de um osso fossilizado da perna de um homem que viveu há 37 mil anos sugere que os primeiros europeus sobreviveram à Era do Gelo. Os pesquisadores da Universidade de Copenhague utilizaram o DNA de um fóssil conhecido por Kostenki 14 para seu estudo, publicado na revista Science. O genoma deste caçador é o segundo mais antigo já sequenciado de um humano moderno e foi encontrado na região que hoje é o oeste da Rússia Divulgação/Museu Pedro o Grande Mais

ORIGEM DOS INSETOS - Os primeiros insetos que habitaram a Terra se originaram há cerca de 480 milhões de anos e 80 milhões de anos depois desenvolveram sua habilidade de voar, segundo um estudo publicado na revista Science. "Nossa pesquisa mostra que os insetos se originaram ao mesmo tempo que as primeiras plantas terrestres, há cerca de 480 milhões de anos", afirmou o diretor da Coleção Nacional Australiana de Insetos da CSIRO, David Yeates, em comunicado da organização. A imagem de arquivo mostra gafanhotos em Portugal Michael Kooren/Reuters Mais

PARQUE VISTO DO ESPAÇO - O astronauta da Nasa (agência espacial americana) Reid Wiseman compartilhou no Twitter uma imagem do parque nacional de Yosemite, nas montanhas da Serra Nevada, no Estado da Califórnia, visto da ISS (Estação Espacial Internacional). Wiseman e mais dois astronautas se preparam para retornar a Terra no dia 9 de novembro. Mais três astronautas viajarão para a ISS no dia 23 de novembro: Terry Virts, da Nasa, Samantha Cristoforetti, da ESA (agência espacial europeia) e o cosmonauta russo Anton Shkaplerov Reid Wiseman/Nasa Mais

VOLTANDO PARA CASA - O engenheiro de voo Alexander Gerst da ESA (Agência Espacial Europeia - à esquerda), o comandante Max Suraev da Agência Espacial Federal Russa (Roscosmos - central) e o engenheiro de voo da Nasa (Agência Espacial Americana) Reid Wiseman, sentam-se em cadeiras após saírem da cápsula Soyuz TMA-13M, que pousou em uma área remota perto da cidade de Arkalyk, no Cazaquistão, nesta segunda-feira (10). Suraev, Wiseman e Gerst retornaram à Terra depois de mais de cinco meses a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês), onde atuaram nas Expedições 40 e 41 Nasa/Bill Ingalls Mais

COLISÃO CÓSMICA - A imagem divulgada pelo Observatório Europeu do Sul em 6 de novembro de 2014, e feita pelo espectrógrafo MUSE, mostra uma colisão cósmica. Observações revelam pela primeira vez o gás sendo arrancado da galáxia ESO 137-001. Os resultados são a chave para a solução de um mistério de longa data: por que a formação de estrelas acaba em aglomerados de galáxias? Nesta foto as cores mostram os movimentos dos filamentos de gás - vermelho significa que o material está se afastando da Terra em relação à galáxia e azul que está se aproximando. Nota-se que as partes superior esquerda e inferior direita foram preenchidas usando uma imagem feita pelo telescópio do Hubble M. Fumagalli/Observatório Europeu do Sul/AFP Mais

PRIMEIRA NAVE ESPACIAL PODE POUSAR EM COMETA - A Agência Espacial Europeia (ESA, em inglês) divulgou ilustração que mostra como o robô Philae vai se desprender da sona Rosetta e pousar no cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko. Após iniciar sua viagem há dez anos, a sonda espacial vai desprender nesta quarta-feira (12) do robô Philae, que deverá fazer uma manobra semelhante a uma queda livre no espaço em direção ao cometa 67P. O sinal de confirmação de que a operação histórica está a caminho chegará ao centro de controle por volta das 7h03 (horário de Brasília) desta quarta ESA/AFP Mais

CLIMA NO ESPAÇO - Equipe da Agência Espacial Europeia (ESA) divulgou nesta quarta-feira (12) as atualizações das atividades solares recebidas através da sonda Rosetta, que se encontra a 6 bilhões de quilômetros da Terra. O relatório fornece informações sobre os riscos do clima espacial que podem impactar a missão Rosetta, que acompanha o cometa 67P/ Churyumov-Gerasimenko. Ao monitorar a atividade solar e condições interplanetárias, os cientistas notaram uma região ativa no sol com uma configuração magnética complexa que pode gerar erupções. Essas erupções serão acompanhadas, para que os cientistas saibam caso elas causem eventos de prótons solares e atrapalhem na missão da sonda ESA Mais

NAVE IRÁ PARA VOO DE ESTREIA - A cápsula Orion foi transportada até o Centro Espacial Kennedy, na Flórida, Estados Unidos, nesta terça-feira (11). A nave espacial da Nasa foi concebida para um dia voar com astronautas para Marte e foi levada para fora de seu hangar para ser preparada para testes e seu voo de estreia em dezembro Mike Brown/ Reuters Mais

ROBÔ PHILAE SE SOLTA DA ROSETA - O robô Philae tirou uma foto do momento em que separou-se da sonda espacial Rosetta na manhã desta quarta-feira (12) e seguiu seu percurso para se tornar a primeira nave espacial a pousar em um cometa. A separação foi confirmada pela Agência Espacial Europeia (ESA), em Darmstadt, na Alemanha, às 7h03 (horário de Brasília). Agora, Philae, de quase 100 kg, deverá fazer uma manobra semelhante a uma queda livre no espaço em direção a seu alvo: o cometa 67P/ Churyumov-Gerasimenko ESA Mais

ROBÔ PHILAE DESCE EM COMETA 67P - Imagem feita pela câmera do robô Philae em sua descida rumo ao 67P nesta quarta-feira (12) capta a superfície do cometa a uma distância aproximada de 3 km. A câmera, que leva o nome de ROLIS (Rosetta lander Imaging System) foi desenvolvida pelo Instituto de Pesquisa Planetária DLR em Berlim, na Alemanha ESA/Rosetta/Philae/ROLIS/DLR Mais

ROBÔ SE FIXA NO COMETA - As primeiras imagens feitas pelo módulo Philae diretamente da superfície do cometa 67P/ Churyumov-Gerasimenko foram divulgadas nesta quinta-feira (13) pela Agência Espacial Europeia (ESA). A imagem mostra duas fotos produzidas pelo instrumento ÇIVA, que é responsável por fotografar os arredores do robô, e traz um dos três pés do Philae em primeiro plano, na região do cinturão de asteroides entre Marte e Júpter, cerca de 510 milhões de quilômetros da Terra ESA/Rosetta/Philae/CIVA Mais

DENTE DE DINOSSAURO - Professor do departamento de Geologia da Universidade da Malásia, Masatoshi Sone, exibe dente de dinossauro de pelo menos 140 milhões de anos encontrado no país. Segundo os pesquisadores, o animal, que teria o tamanho de um cavalo, seria da espécie ornitísquio, um herbívoro Mohd RasfanASFAN/AFP Mais

TEMPESTADE E FRIO - Satélite da Nasa (agência espacial americana) captura tempestade que trouxe frio para os Estados Unidos e o Canadá. A imagem mostra a neve nas montanhas rochosas da região AFP/Nasa Mais

ESTRELA BRLHA NO CENTRO DE NEBULOSA - Imagem obtida pelo telescópio Hubble, da Nasa (agência espacial americana), mostra a nebulosa NGC 1501,também conhecida como nebulosa da ostra, localizada na constelação da Girafa. Com nuvens irregulares e repleta de regiões acidentadas, a nebulosa possui uma estrela central brilhante, que pode ser visto facilmente nesta imagem. Ainda que estrelas variáveis não sejam incomuns, é raro encontrar uma no coração de uma nebulosa planetária. Descoberta por William Herschel em 1787, NGC 1501 é uma nebulosa planetária que está a pouco menos de 5.000 anos-luz de distância AFP/Nasa/ESA/Hubble Mais

GOOGLE ALUGA HANGAR DA NASA - O Google assinou um contrato de 60 anos com a Nasa por US$ 1,16 bilhão para alugar um histórico hangar no Vale do Silício. A Nasa, que opera atualmente as instalações do Vale do Silício, disse que o Google planeja utilizar parte do espaço para pesquisa sobre a exploração espacial, assim como robótica e outras tecnologias emergentes. As instalações, próximas à sede central do Google em Mountain View (Califórnia), têm capacidade para acolher seis estádios de futebol. O edifício foi construído no Campo Moffett da Marinha no ano 1932 e se tornou a base do programa de zepelins da Marinha americana no litoral oeste Nasa/AFP Mais

EROSÃO FLUVIAL NO SAARA - Esta imagem de satélite foi capturada sobre o sudeste da Argélia, no coração do deserto do Saara. Ela mostra uma grande área de formação rochosa, que aparece na cor roxa no lado inferior direito, com padrões de erosão fluvial so período em que a região recebia maior quantidade de chuvas. Atualmente, esta área registra uma média de cerca de 10 mm de chuva por ano. Dunas de areia desenhadas pelo vento são visíveis do lado esquerdo. A área na parte inferior parece ser plana, com pequenas manchas de vegetação ESA Mais

EQUIPAMENTO VALIOSO - Esta foto divulgada pela casa de leilões RR Auction, localizado em Boston (EUA), mostra o corpo da câmera Hasselblad e a lente Zeiss colocados em órbita a bordo Mercury-Atlas 8 em uma missão da Nasa ocorrida em 1962. O equipamento foi usado pelo astronauta Wally Schirra, e novamente utilizado na missão Mercury-Atlas 9, em 1963, pelo astronauta Gordon Cooper. A câmera e a lente foram vendidas por US$ 275 mil no dia 13 de novembro RR Auction/AP Mais

FLUÍDOS EM SATURNO - Imagem obtida pela sonda Cassini, da Nasa (agência espacial americana), mostra o lado iluminado dos anéis de Saturno e a superfície do planeta, resultado da dinâmica de fluídos. Os astrônomos estudam a dinâmica das nuvens do planeta para entender a compreensão dos fluxos de fluídos do planeta. Os astrônomos acreditam que a descoberta será útil para compreender nossa própria atmosfera e de outros planetas Nasa Mais

TREINAMENTO ESPACIAL - O astronauta Terry Virts faz exames médicos na base espacial de Baikonur, na Rússia. Os membros da tripulação espacial, incluindo o cosmonauta russo Anton Shkaplerov e astronauta italiana da Agência Espacial Europeia (ESA) Samantha Cristoforetti, irão decolar até a Estação Espacial Internacional (ISS) da base do Cazaquistão, no dia 23 de novembro AFP Mais

SONDA MILIONÁRIA - Imagem feita por computador simula a futura cápsula espacial "Orion" da NASA. Airbus Defence and Space e a Agência Espacial Europeia (ESA) assinaram nesta segunda-feira (17), em Berlim (Alemanha), um contrato de 390 milhões de euros para desenvolver e construir o módulo que levará astronautas a um asteroide Airbus/EFE Mais

EPIDEMIA NO MAR - Estrela do mar morre vítima de uma doença que tem dizimado milhares de criaturas na costa do oceano Pacífico, na América do Norte. Cientistas da Oregon State University, dos Estados Unidos, identificaram o vírus, que teve sua primeira aparição no ano passado Reuters Mais

ORIGEM DO SOL - No espaço, as estrelas se formam a partir de nuvens de gás e poeira, como esta na constelação Ophiuchus. Agora, os astrônomos usaram um relógio químico para medir a densidade da nuvem que deu origem a um sistema de estrelas chamado IRAS 16293-2422 (destacado pelo quadrado branco). Os observadores estudaram dois tipos de íons moleculares feitos por dois átomos de hidrogénio e um átomo de deutério (hidrogénio pesado), porque as quantidades relativas dos dois tipos moleculares mudam como a idade da nuvem. As estrelas têm menos de 100 mil anos de idade, mas de acordo com um relatório publicado na Nature, a nuvem tem, pelo menos, um milhão de anos. Isso significa que ela demorou mais de 900 mil anos para se tornar uma estrela, o que também sugere que a nuvem interestelar que formou nosso sistema solar levou esse tempo para criar o sol Nasa Mais

VIAGEM ESPACIAL - O astronauta da Nasa (agência espacial americana) Terry Virts, o cosmonauta russo Anton Shkaplerov e astronauta italiana da ESA (agência espacial europeia) Samantha Cristoforetti posam em frente da nave Soyuz no cosmódromo de Baikonur, na Rússia. Os membros da tripulação espacial irão decolar até a Estação Espacial Internacional (ISS) no dia 23 de novembro AFP Mais

ALINHAMENTOS EM QUASARES - Concepção artística mostra esquematicamente os misteriosos alinhamentos entre os eixos de rotação de quasares e as estruturas em larga escala das redes cósmicas em que residem. Os quasares são núcleos de galáxias onde existem buracos negros supermassivos muito ativos. Estes alinhamentos ocorrem ao longo de bilhões de anos-luz, sendo os maiores conhecidos no Universo, e foram revelados por observações obtidas pelo telescópio do ESO (Observatório Europeu do Sul). A estrutura em larga escala está desenhada em azul e os quasares encontram-se assinalados em branco com os eixos de rotação dos seus buracos negros indicados por meio de uma linha ESO/M. Kornmesser Mais

CASCA IRREGULAR DE SUPERNOVA - Imagem obtida pelo observatório de raios-X da Nasa (agência espacial americana) mostra a supernova MSH 11-62 e revela uma casca irregular de gás quente (vermelho) em torno de uma extensa nebulosa de alta energia (azul). Mesmo que os cientistas ainda precisem detectar as pulsações do objeto central da MSH 11-62, a estrutura em torno dela tem características semelhantes de outras nebulosas de vento de pulsar. Os choques dentro da supernova parecem ter começado a esmagar a nebulosa de vento de pulsar, provavelmente contribuindo para sua forma alongada Nasa Mais

DESCOBERTA DE CINODONTES - Pesquisadores da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria) e da Ulbra de Cachoeira do Sul encontraram partes de uma ossada de um grupo de cinodontes no interior de Dona Francisca, no Rio Grande do Sul. A espécie viveu há cerca de 240 milhões de anos, no período Triássico Médio. A descoberta já foi realizada há mais de 10 dias e desde então os pesquisadores escavam o local, que fica à beira de um açude de uma propriedade particular Reprodução/Facebook Mais

BURACO EM MINA NA RÚSSIA - Imagem área mostra buraco enorme, de 30 por 40 metros, que foi encontrado perto de uma mina de potássio na região de Perm, na Rússia. O trabalho foi suspenso no local, que corresponde por um quinto da capacidade de produção da empresa. A mina foi fechada, pois foi detectada uma grande quantidade de intfiltração de água no local. O buraco fica localizado a 3,5 km da mina, sobre uma outra mina abandonada, e ainda será investigado qual é a relação da infiltração de água em com o buraco Serviço de Imprensa da Uralkali/Reuters Mais

EM ATIVIDADE - Imagem aérea mostra enxurrada de lava do vulcão Kilauea, que destruiu áreas em Pahoa, no Havaí. Esses fluxos de lava permanecem ativos mesmo longe do vulcão e queimam a floresta. A imagem foi feita pelo US Geological Survey USGS/AFP Mais

METRÓPOLE - Fotografia feita pelo satélite Sentinel-1A mostra a baía de Tóquio, no Japão. O centro de Tóquio encontra-se ao sul do rio Arakawa (que aparece surgindo no canto superior esquerdo da imagem). Esse e outros rios, como o Edo (ao norte do Arakawa) e o Tama (ao sul), podem ser vistos na foto. Na foz do rio Tama podem ser vistas as pistas do aeroporto de Haneda. Cerca de 38 milhões de pessoas vivem na Grande Tóquio, a maior metrópole do mundo Esa Mais

LANÇAMENTO DA SOYUZ - Nave espacial Soyuz TMA-15M foi lançada no cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, neste domingo (23). A nave russa com três tripulantes a bordo se acoplou nesta segunda-feira (24) com sucesso à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), de acordo com a Roscosmos, a agência espacial russa. A Soyuz TMA-15M levou à ISS o cosmonauta russo Anton Shkaplerov, a italiana Samantha Cristoforetti e o americano Terry Virts, que integram a expedição 42/43 na plataforma orbital Aubrey Gemignani/ Nasa/ AP Mais

NEBULOSA DO OVO - A Nasa (Agência Espacial Americana) divulgou imagem colorida artificialmente (para facilitar visualização) do registro feito pelo telescópio Hubble que mostra um farol cósmico, conhecido como a nebulosa do ovo, a cerca de 3.000 anos-luz da Terra. A nebulosa fica nesta forma quando a estrela está morrendo e seus restos quentes se iluminam brevemente ao serem expelidos e entrarem em contato com gás e poeira. A nebulosa do ovo é uma protonebulosa planetária, mas está longe de ser um planeta, recebeu esse título um pouco enganador, pois quando descobriram tais corpos no século 18 eles se assemelhavam com planetas do nosso sistema solar ao serem vistos através de telescópios Hubble Heritage Team/Nasa/ Esa Mais

ASTRONAUTA ITALIANA NA ISS - A primeira astronauta italiana da história, Samantha Cristoforetti, acompanhada do russo Anton Shkaplerov, e do americano Terry Virts, chegou nesta segunda-feira (24) à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), de acordo com a Nasa (Agência Espacial Americana). A viagem representa uma mudança gastronômica na estação espacial, uma vez que os novos astronautas transportaram quase meio quilo de caviar e uma máquina de café Divulgação/ ESA Mais

LUA DE JÚPITER COLORIDA - Uma versão colorida e mais detalhada de uma imagem da superfície da lua Europa, de Júpiter, foi divulgada Nasa (agência espacial norte-americana). A imagem original era composta por fotografias obtidas no fim da década de 1990, pela missão Galileo, e publicada em 2001, em baixa resolução. Ela foi reprocessada utilizando tecnologia moderna e, além de alta resolução, tem agora cores mais próximas ao que o olho humano seria capaz de ver Divulgação/ Nasa Mais

SOL E LUA - Lua, totalmente escura na imagem, esconde parcialmente a visão do Sol. Os astros foram vistos a partir do observatório Solar Dynamics, ou SDO, da Nasa, no dia 22 de novembro Nasa/SDO Mais

FUSÃO DE ESTRELAS - Concepção artística, fornecida pelo IAC (Instituto de Astrofísica das Ilhas Canarias), mostra duas estrelas prestes a se fundir em uma estrela supermassiva. A união das duas estrelas revela o que vários centros de pesquisas espanhóis já haviam observado: que as estrelas mais massivas são formadas pela fusão de estrelas menores. A concepção foi produzida durante o estudo binário MY Camelopardalis e publicado na revista Astronomy & Astrophysics Javier Lorenzo/ EFE Mais

TWEET DO ESPAÇO - A astronauta italiana da ESA (Agência Espacial Europeia) Samantha Cristoforetti foi fotografada pelo astronauta da Nasa (Agência Espacial Americana) na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês). A foto foi publicada no primeiro tweet de Samantha da estação. "É surpreendente estar no espaço, melhor do que qualquer coisa que eu jamais imaginei. Vi meu primeiro nascer do sol daqui hoje", disse a astronauta Divulgação/ ESA Mais

PRIMEIRA IMPRESSÃO 3D NO ESPAÇO - A Nasa (agência espacial americana) divulgou uma imagem que mostra o primeiro objeto feito pela impressora 3D enviada à ISS (Estação Espacial Internacional) neste ano. A placa levou pouco mais de uma hora para ser produzida, e os comandos foram enviados por uma base da Terra. O objetivo da ferramenta é produzir peças para a ISS para que não seja mais necessário enviar todo o material da Terra Divulgação/Nasa Mais

CAMPOS MAGNÉTICOS DO SOL - Os campos magnéticos que emergem da superfície do Sol influenciam os ventos solares - uma corrente de partículas que sopra continuamente da atmosfera do Sol até o sistema solar. Para entender como esses campos magnéticos emergem, aquecem a atmosfera exterior do Sol e produzem manchas e erupções, os pesquisadores da Nasa (agência espacial americana) estão utilizando simulações de um supercomputador. A simulação é capaz de exibir o campo magnético em uma parte do Sol e a força desse campo em cada espaço. Quando o campo magnético é fraco, ele é representado pela cor azul, já quando está forte, é mostrado na cor vermelha. O conhecimento adquirido por meio da simulação irá ajudar os pesquisadores a entender melhor o Sol, suas variações, e interações com a Terra e o sistema solar Robert Stein, Michigan State University;Timothy Sandstrom, Nasa/Ames Mais

ESTRELAS DE MEIA IDADE - O telescópio Wide Field Imager, do ESO (Observatório Europeu do Sul), capturou uma concentração colorida de estrelas no aglomerado estelar brilhante NGC 3532. Este grupo de estrelas tem cerca de 300 milhões de anos de idade, sendo por isso considerado de meia-idade nos padrões de aglomerados estelares. As estrelas do aglomerado que iniciaram as suas vidas com massas moderadas ainda brilham intensamente em tons azuis esbranquiçados, mas as estrelas que já gastaram todo o seu combustível de hidrogênio transformaram-se em estrelas gigantes vermelhas. O NGC 3532 cobre uma área no céu que é quase duas vezes o tamanho da Lua Cheia e foi o primeiro alvo a ser observado pelo telescópio espacial Hubble da Nasa (agência espacial americana) no dia 20 de maio de 1990 ESO/G. Beccari Mais

CIRCULANDO SATURNO - Saturno está cercado por seus anéis (visto quase de lado nesta imagem), bem como pelas luas Tétis (a grande massa brilhante perto do canto inferior direito da imagem) e Mimas (não retratada na imagem). Embora os anéis e luas maiores do planeta orbitem, principalmente, perto do plano equatorial, esta imagem mostra que nem todos eles se encontram precisamente nesta posição. Parte da razão que Mimas (396 km de diâmetro) e Tétis (1.062 km de diâmetro) estão acima e abaixo do plano do anel, porque suas órbitas são ligeiramente inclinadas (cerca de 1 a 1,5 graus) em relação aos anéis JPL-Caltech/Nasa Mais

MAMUTE LEILOADO - O esqueleto quase completo de um mamute foi vendido de um colecionador para outro por 189 mil libras (o equivalente a R$ 746 mil), nesta quarta-feira (26) em um leilão organizado pela casa Summers Place Auctions, de Billingshurst, no sul do Reino Unido. Acredita-se que o animal da Idade do Gelo, que devia pesar seis toneladas, fosse um macho, razão pela qual os especialistas o apelidaram de "Monty". O esqueleto possui 90% de suas peças originais, as desaparecidas foram substituídas por réplicas Divulgação/ Summers Place Auctions/ EFE Mais

MURO INVISÍVEL - Um campo de força invisível e impenetrável, a cerca de 11 mil km da superfície da Terra, protege nosso planeta de doses letais de radiação. A descoberta surpreendente e até agora inexplicada foi feita por uma dupla de satélites da Nasa e publicada na revista científica "Nature". A descoberta só foi possível, pois os satélites tinham como objetivo estudar os cinturões de Van Allen, dois anéis de radiação concentrada produzidos pela interação do campo magnético da Terra com partículas emanadas do Sol Nasa Mais

SUPERFÍCIE DE MARTE - Imagem obtida pelo robô Curiosity, da Nasa (agência espacial americana), mostra a borda inferior de Pahrump Hills, na base do monte Sharp, em Marte. A superfície de Marte possui ondulações causadas pelos ventos de areia e poeira. A última descoberta do robô, realizada no início deste mês, foi um pó de rocha avermelhado com mais hematita do qualquer outra amostra obtida por ele ao longo da missão. A hematita, um mineral de óxido de ferro, dá pistas sobre as condições ambientais do planeta durante sua formação. A partir de agora, a análise do material recolhido vai ajudar a compreender a história geológica do local JPL-Nasa/AP Mais

NOVA ESPÉCIE DE DINOSSAURO - O paleontólogo americano Nick Longrich anunciou a identificação de uma nova espécie de dinossauro pentacerápode que viveu há 75 milhões de anos. A nova espécie de pentacerápode, chamada de Pentaceratops aquiloniua, era um dinossauro herbívoro do tamanho de um búfalo, que se caracterizava pelo crânio em formato de coroa e chifres. A descoberta foi feita enquanto Longrich examinava a coleção de fósseis do Museu Canadense da Natureza que foram encontrados na Austrália Divulgação/Universidade Bath Mais

LANÇAMENTO ADIADO - A Jaxa (agência aeroespacial japonesa) anunciou o adiamento do lançamento da sonda espacial Hayabusa 2, previsto para domingo (30), por conta das más condições climatológicas. O lançamento da segunda sonda do programa Hayabusa, o primeiro que conseguiu trazer para a terra amostras de um asteroide, será realizado na segunda-feira ou na terça-feira, e terá o objetivo de colher pedras e areia do asteroide 1999JU3, que acredita-se que poderia abrigar água e substâncias orgânicas. Na imagem de arquivo, a sonda é apresentada em Sagamihara, na região de Tóquio Jiji Press/AFP Mais

"VAMPIROS" NA POLÔNIA - Cientistas americanos garantem que resolveram o mistério em torno das tumbas de "vampiros" do cemitério da cidade de Drawsko Pomorskie, na Polônia, onde em 2009 foram encontrados, pelo menos, seis corpos enterrados com uma foice sobre o pescoço e uma pedra na boca. Uma equipe de arqueólogos e antropólogos da Universidade do Alabama do Sul, nos Estados Unidos, concluiu que os esqueletos são de vítimas de uma epidemia de cólera que castigou a região entre os séculos XVII e XVIII PLOS One Mais

CALOTA DE GELO NOS ANDES - A imagem, divulgada pela ESA (agência espacial europeia), mostra a calota de gelo de Quelccaya - maior área glaciar dos trópicos - na cordilheira dos Andes peruana. Desde 1970, as calotas de gelo já foram reduzidas em 20% devido ao aumento das temperaturas na região Kari/ESA Mais

IMAGENS MICROSCÓPIAS - O Concurso de Imagens Microscópicas em Ciências da Vida, promovido pelo Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP, divulgou as fotografias vencedoras em todas as categorias da competição. O objetivo do concurso é divulgar imagens em ciências da vida, dando acesso e despertando o interesse pela pesquisa. A imagem acima, feita por Adriano Polican Ciena e que tem o título de "Folhas Predadoras", conquistou o primeiro lugar da competição e mostra as papilas linguais de um tubarão Adriano Polican Ciena/Divulgação Mais

RELEVO DE BACIA DE MARTE - Imagem obtida por missão da ESA (agência espacial europeia) em Marte mostra a variedade de formas de relevo de Hellas Chaos, na parte central da bacia de Hellas, no hemisfério Sul do planeta vermelho. A região é composta por grandes crateras com dunas e depressões, além da presença de dióxido de carbono congelado. Para os cientistas, as características do relevo local são típicas de terrenos "periglaciais", pois se desenvolvem como resultado da contração e relaxamento durante os ciclos de congelamento e descongelamento da região ESA/DLR/FU Berlin Mais

BURACO NEGRO - Concepção artística mostra ventos turbulentos de redemoinho de gás em torno de um buraco negro. Parte do gás é "sugado" para dentro, em direção ao buraco negro, enquanto a outra parte é levada pelo vento. Um buraco negro é um lugar no espaço onde a gravidade puxa tanto que nem a luz consegue escapar. A gravidade é muito forte, pois a matéria foi espremida em um pequeno espaço. Como nenhuma luz é capaz de sair, as pessoas não conseguem observar os buracos negros. Os telescópios espaciais com ferramentas especiais podem ajudar a encontrar buracos negros e outras ferramentas especiais mostram como as estrelas que estão muito perto deles agem de forma diferente das outras Nasa Mais

Veja imagens de Ciência do mês (novembro/2014)

UOL Cursos Online

Todos os cursos