Último abril foi o mais quente da história moderna

Miami, 18 Mai 2016 (AFP) - O último mês de abril foi o mais quente da história moderna, e representou o 12º mês consecutivo a bater o recorde de temperatura global, informou nesta quarta-feira a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) dos Estados Unidos.

"A temperatura média global nas superfícies terrestre e oceânica em abril de 2016 foi a mais alta para um mês de abril, de acordo com os registros de temperatura global da NOAA, que são feitos desde 1880", disse a agência em um comunicado.

"Isso representa o 12º mês consecutivo em que o recorde de temperatura global mensal foi quebrado, o período mais longo em 137 anos de registros", acrescentou.

O relatório, divulgado mensalmente pela NOAA, também indicou o registro de um pico preocupante no mês passado, que representa "a maior temperatura por cima da média para abril desde o início dos registros, em 1880."

A temperatura média combinada sobre as superfícies da Terra e dos oceanos em abril foi 1,10 grau Celsius acima da média do século XX, de 13,7º C.

No total, 13 dos 15 picos registrados pela agência ocorreram desde fevereiro de 2015, o que indica que o aquecimento global está avançando mais rápido.

Temperaturas inusualmente altas foram registradas em grande parte do mundo, incluindo a América do Sul, a América Central e a América do Norte.

Na Rússia e no Alasca, nos Estados Unidos, as temperaturas foram particularmente altas, tendo ultrapassado 3º C acima da média, segundo a NOAA.

Temperaturas abaixo da média foram registradas durante o mês passado no sul da América do Sul e no nordeste do Canadá.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos