Um teste de diagnóstico do HIV ganha o prêmio Inventor Europeu

Lisboa, 9 Jun 2016 (AFP) - Um teste de diagnóstico do HIV para os países em desenvolvimento, um processo que limita a contaminação dos motores diesel e um novo tratamento dos sintomas do mal de Parkinson obtiveram nesta quinta-feira o prêmio Inventor Europeu em Lisboa.

"Não é mais um prêmio de inovação, queremos mostrar o impacto que as patentes tem a nível econômico e social", assegurou Benoît Battistelli, presidente do Escritório Europeu de Patentes (OEP), que premia desde 2006 as invenções tecnológicas.

A diretora de Investigação da Universidade de Cambridge, Halen Lee, ganhou o "prêmio popular" por um aparelho de diagnóstico do HIV para os países em desenvolvimento.

A máquina, que foi utilizada em 40.000 pessoas no Malawi e na Uganda com a ajuda da organização humanitária Médicos Sem Fronteiras, fornece resultados instantâneos e confiáveis com apenas algumas gotas de sangue.

A equipe do cientista dinamarquês Tue Johannessen ganhou na categoria de "pequenas e médias empresas" com um processo que neutraliza até 99% das emissões de óxido de nitrogênio, contaminação emitida pelos motores diesel.

Esta tecnologia, que pode ser instalada em veículos particulares, compõe desde setembro a metade dos ônibus de Copenhague, e Johannessen quer instalá-lo posteriormente em Londres, Seul, Pequim e Xangai.

O neurocirurgião francês Alim-Louis Benabid foi premiado na categoria de "investigação" por seu tratamento de sintomas do Parkinson por simulação elétrica, já aplicado a 150.000 pessoas no mundo.

Os alemães Bernhard Gleich e Jürgen Weizenecker obtiveram o prêmio de "indústria" por um procedimento de imagem médica que permite ter uma imagem de alta resolução dos tecidos da pele em tempo real.

O americano Robert Langer ganhou o título "países não europeus" por uma terapia contra as células cancerígenas graças aos medicamentos encapsulados em plásticos biodegradáveis implantados diretamente sobre o tumor.

Por último, Anton van Zanten obteve o prêmio "obra de uma vida" por seus inventos relacionados com a segurança dos automóveis, como o sistema de controle eletrônico de trajetória.

As invenções premiadas "dão uma nova esperança aos doentes, reforçam a eficácia dos diagnósticos médicos, protegem o meio ambiente e salvam milhares de vidas nas estradas", comentou Benoît Battistelli.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos