Hackers russos invadiram computadores do partido democrata dos EUA

Washington, 14 Jun 2016 (AFP) - Hackers ligados ao governo russo invadiram os computadores do partido democrata americano e roubaram informações que incluíam pesquisas valiosas sobre o candidato republicano Donald Trump, publicou o jornal americano The Washington Post nesta terça-feira.

O ciberataque foi tão abrangente que os hackers puderam ler todos os e-mails e chats armazenados no sistema do Comitê Nacional Democrático (DNC, nome oficial do partido), de acordo com membros da organização e especialistas em segurança, segundo o jornal.

Uma operação de limpeza na semana passada expulsou os hackers do sistema, e aparentemente nenhuma informação financeira, de doações ou pessoal foi comprometida, de acordo com as mesmas fontes.

A empresa de segurança que fez a limpeza, CrowdStrike, disse na terça-feira no seu site que recebeu uma ligação do DNC para solucionar uma suposta intrusão descoberta em abril.

A companhia disse que identificou rapidamente "dois grupos adversários sofisticados na rede", incluindo o COZY BEAR, que chegou a hackear com sucesso redes não classificadas da Casa Branca e do Departamento de Estado, segundo a CrowdStrike.

"Ambos os adversários se dedicam a uma ampla espionagem política e econômica para o governo da Rússia, e acredita-se que eles estão estreitamente vinculados aos poderosos e altamente capazes serviços de inteligência desse governo", afirmou a empresa.

Como um dos principais rivais dos Estados Unidos, Moscou está interessado em obter informações sobre os potenciais futuros líderes americanos, suas políticas e fraquezas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos