SpaceX lança cápsula Dragon rumo à ISS em missão de abastecimento

Washington, 17 Jul 2016 (AFP) - A empresa americana SpaceX lançará da Flórida, na noite deste domingo, sua cápsula não tripulada Dragon, para uma nova missão de abastecimento da Estação Espacial Internacional (ISS), com provisões para os astronautas e material para experiências científicas.

O carregamento, de cerca de 2,2 toneladas, inclui um adaptador, um tipo de anel, para facilitar o acoplamento das naves comerciais da SpaceX e Boeing (que transportarão astronautas a partir de 2017) com a estação.

Um primeiro adaptador se perdeu em uma explosão ocorrida em junho de 2015, dois minutos após a decolagem do foguete Falcon 9, que transportava uma cápsula Dragon.

O lançamento da Dragon com o Falcon 9 está previsto para a 0h45 desta segunda-feira (04H45GMT), da base da Força Aérea dos Estados Unidos em Cabo Cañaveral, Flórida.

"Tudo se desenvolve de maneira normal, e planejamos autorizar o lançamento como previsto", indicou neste sábado Hans Koenigsmann, responsável técnico da SpaceX, em entrevista coletiva no Centro Espacial Kennedy.

A SpaceX também tentará fazer aterrissar sobre a terra o primeiro andar de seu foguete, a 3 km do local de lançamento. Se a tentativa for bem-sucedida, será a segunda vez que se conseguirá aterrissar sobre a terra a primeira camada do foguete, de 70 metros.

A tentativa mais recente de aterrissá-la sobre uma plataforma flutuante, em 16 de junho, fracassou.

- Quatro aterrissagens bem-sucedidas -Desde 2015, a SpaceX conseguiu realizar esta difícil tarefa quatro vezes, uma em terra firme e três sobre uma plataforma no Atlântico.

A empresa californiana procura recuperar o primeiro andar do Falcon 9 para reduzir o custo dos voos espaciais.

Conseguir reciclar partes dos foguetes, que normalmente caem no oceano e se perdem, pode revolucionar o setor.

Em abril, o fundador e diretor executivo da SpaceX, Elon Musk, informou que o custo de produção do lançador era de 60 milhões de dólares, e que o combustível do foguete custava 300 mil dólares.

A Dragon, que deverá chegar à estação orbital na próxima quarta-feira, levará 93 kg de amostras para a realização de experiências científicas com o objetivo de compreender os efeitos da ausência de gravidade no funcionamento de células cardíacas, musculares e ósseas, explicou Julie Robinson, responsável pelos programas científicos da ISS.

A cápsula também levará um sequenciador de DNA, que os astronautas da ISS usarão para identificar micróbios, diagnosticar doenças e avaliar o estado de saúde de seis tripulantes. Segundo a Nasa, também servirá para detectar DNA de outros pontos do sistema solar.

A Dragon, única cápsula capaz de retornar à Terra após um voo espacial, partirá da ISS em 29 de agosto, com 580 kg de amostras de experiências científicas realizadas em ambiente de microgravidade, e lixo e outros materiais usados.

Esta será a nona missão de abastecimento da ISS realizada pela SpaceX por conta da Nasa, das 20 previstas no contrato de 1,6 bilhão de dólares com a agência espacial americana.

Também será o segundo voo da Dragon até a ISS desde o acidente de junho de 2015.

Uma cápsula de abastecimento não tripulada russa deverá acoplar com a ISS nesta segunda-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos