Astronautas dos EUA instalam atracadouro na Estação Espacial

Miami, 19 Ago 2016 (AFP) - Dois astronautas americanos instalaram na Estação Espacial Internacional (ISS) durante uma caminhada espacial, nesta sexta-feira, um dispositivo que servirá de "estacionamento" para as naves privadas que viajarem para lá.

Os americanos Jeff Williams, de 58 anos, e Kate Rubins, de 37, começaram sua expedição espacial às 12H04 GMT (09H04 de Brasília), conectando seus trajes espaciais a suas baterias internas.

Trata-se da quarta saída de Williams, que passou 19 horas no espaço na caminhada anterior e 500 dias de missão no total; e a primeira de Rubins, a décima segunda mulher a realizar uma caminhada espacial.

Duas horas mais tarde haviam concluído sua missão: equipar o módulo "Harmony" como um novo porto de amarração destinado às naves particulares que levarão as futuras tripulações até o posto orbital nos próximos anos.

Depois, o equipamento robótica da ISS terminou a instalação, que agora é permanente.

Espera-se que a caminhada dure seis horas e meia no total.

Restava conectar cabos de eletricidade e de transferência de dados entre a ISS e o que a NASA descreveu como "uma metafórica porta para o futuro".

O adaptador, uma espécie de anel de um metro de profundidade por 1,6 metro de diâmetro, foi construído pelo Boeing e enviado até o local no mês passado na cápsula Dragon do SpaceX.

Este é o primeiro de dois dispositivos deste tipo que a estação contará. A instalação do segundo está prevista para 2018.

Ambos servirão como estacionamento das naves CST-100 Starliner, da Boieng, e da Crew Dragon, da SpaceX, a nova geração de aparelhos americanos tripulados e a primeira desde que finalizou o programa de transporte espacial em 2011, que levarão os astronautas até a ISS.

Este dispositivo permitirá às naves "estacionarem" automaticamente, sem a ajuda do braço robótico da estação, e também poderão se conectar a ISS para compartilhar dados e eletricidade.

Está prevista outra caminhada espacial em 1º de setembro com o objetivo de retirar da ISS um radiador térmico que está com defeito.

"Um importante marco"A primeira parte da estação espacial, chamada Zarya em russo, foi lançada ao espaço em 20 de novembro de 1998.

De dois módulos, a estação cresceu para 15 módulos, ocupando um espaço similar a um campo de futebol americano e já representou investimentos de 100 bilhões de dólares.

Desde 2000, a ISS tem estado continuamente ocupada por uma equipe rotativa de astronautas que normalmente ficam durante seis meses antes de retornar à Terra.

O diretor de operações integradas da ISS, Kenneth Todd, qualificou a instalação do dispositivo de atracação como "um importante marco no caminho até o estabelecimento da capacidade comercial" da estação.

"Os voos comerciais da tripulação do Centro Espacial da Flórida até a Estação Espacial Internacional devolverão a capacidade de lançamento de voos espaciais tripulados dos Estados Unidos e aumentarão o tempo que as tripulações dos Estados Unidos podem dedicar à pesquisa científica, que está ajudando a preparar os astronautas para missões espaciais mais difíceis, incluindo a viagem a Marte", acrescentou a NASA em um comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos