Canadá anuncia que taxará emissões de carbono a partir de 2018

Ottawa, 3 Out 2016 (AFP) - O Canadá vai impor uma taxa nacional para as emissões de dióxido de carbono a partir de 2018, anunciou o primeiro-ministro, Justin Trudeau, no Parlamento na segunda-feira.

"Todas as jurisdições do Canadá porão preço à poluição por carbono até 2018 (...). Para chegar a isso, o governo fixará um preço básico", disse.

Essa taxa será imposta a partir de 2018 em todas as províncias ou territórios que não tenham tomado medidas para acompanhar os objetivos nacionais de redução dos gases de efeito estufa.

Trudeau fez o anúncio em uma sessão do Parlamento na qual começou a ser discutida a ratificação do Acordo de Paris, assinado em dezembro passado por 195 nações para frear as mudanças climáticas.

Espera-se que o Canadá ratifique o Acordo nesta semana.

O país se comprometeu a chegar a 2030 com uma redução de 30% das suas emissões de gases poluentes, em relação aos níveis de 2005.

Duas províncias já impuseram uma taxa ao carbono, enquanto outras colocaram em prática um mercado de intercâmbio de cotas e tetos para as emissões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos