Mianmar detecta primeiro caso de zika

  • Romildo de Jesus/Futura Press/Estadão Conteúdo

Mianmar detectou o primeiro caso de zika em seu território, informa a imprensa local, que cita uma estrangeira grávida que foi infectada pelo vírus.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) advertiu para a probabilidade do vírus da zika afetar boa parte da Ásia, depois que casos foram registrados em mais de 70 países, 19 deles na região Ásia-Pacífico.

O vírus da zika está presente há muitos anos no sudeste da Ásia, mas nos últimos meses o número de casos aumentou consideravelmente.

"As autoridades confirmaram a infecção de uma mulher estrangeira de 32 anos após um exame de laboratório", afirma o jornal estatal Global New Light of Myanmar.

O caso foi registrado em Yangun, a maior cidade do país.

O ministério da Saúde afirma que este é o primeiro caso de infecção por zika no país.

De acordo com a OMS, 73 países foram afetados pelo vírus desde 2015, em sua maioria na América Latina e Caribe. A doença é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti e por via sexual.

A OMS considera o vírus da zika uma emergência de saúde pública mundial.

Uma grávida infectada pelo vírus da zika tem maior risco de dar à luz a um bebê com microcefalia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos