5, 4, 3, 2, 1, 1... um segundo extra para 2017

Paris, 28 dez 2016 (AFP) - Como se 2016 não tivesse sido longo o suficiente, o último minuto do ano vai durar um segundo extra para compensar o tempo perdido com a desaceleração da Terra, dizem os cronometristas.

Países que usam o Tempo Universal Coordenado (UTC) - várias nações da África Ocidental, Grã-Bretanha, Irlanda e Islândia - somarão o segundo intercalar durante a contagem regressiva de meia-noite para 2017 - fazendo com que o minuto final do ano tenha 61 segundos de duração.

Para outros países, o tempo será determinado pelo fuso horário em que vivem, em relação ao UTC.

"Este segundo extra, ou segundo intercalar, torna possível alinhar o tempo astronômico, que é irregular e determinado pela rotação da Terra, com o UTC, que é extremamente estável e é determinado por relógios atômicos desde 1967", afirmou o Observatório de Paris em um comunicado.

O observatório abriga o Serviço Internacional de Sistemas de Referência e Rotação da Terra (IERS), responsável pela sincronização do tempo.

"A sequência de datas dos marcadores de segundo do UTC será: 2016 31 de dezembro 23h 59m 59s, 2016 31 de dezembro 23h 59m 60s, 2017 1 de janeiro, 0h 0m 0s", afirma o site do IERS.

O ajuste é necessário porque a rotação da Terra não é regular - às vezes acelera, às vezes desacelera, embora esteja diminuindo gradualmente no geral.

Isto é causado por fatores que incluem as forças gravitacionais da Lua sobre a Terra, que dão origem às marés oceânicas.

O resultado é que o tempo astronômico - baseado na duração de um dia na Terra - gradualmente fica fora de sincronia com o tempo atômico - que é medido por cerca de 400 relógios atômicos super precisos espalhados pelo mundo.

Quando os segundos intercalares foram introduzidos, em 1972, 10 segundos tiveram de ser adicionados ao UTC, e depois disso 1 segundo passou a ser adicionado a cada cerca de 18 meses, de acordo com o Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia (NIST) do Departamento de Comércio dos Estados Unidos.

O último segundo adicionado foi em 30 de junho de 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos