Os segredos da nebulosa de Órion revelados pelo telescópio VISTA

Paris, 4 Jan 2017 (AFP) - O Observatório Europeu Austral (OEA) publicou nesta quarta-feira imagens espetaculares sobre o nascimento de estrelas na nebulosa de Órion.

São imagens que permitem observar como os objetos estelares tomam forma nessa "fábrica de estrelas" que é a nebulosa de Órion A, a mais próxima da Terra.

Uma nebulosa é uma nuvem composta de gás interestelar e pó. A nebulosa de Órion está situada a 1.350 anos-luz da Terra e sua massa é 2.000 vezes superior à do Sol.

A imagem foi capturada pelo telescópio VISTA, situado no deserto do Atacama, norte do Chile.

As estrelas mais jovens não podem ser vistas a olho nu. Mas o telescópio - o maior do mundo dedicado a observar o céu - pode detectá-las graças às ondas infravermelhas.

"A imagem revela muitas estrelas jovens e outros objetos estelares normalmente ocultos atrás de nuvens de pó", afirma um comunicado do Observatório Europeo Austral.

O projeto do OEA identificou até agora quase 800.000 novas estrelas, "objetos estelares" jovens e galáxias distantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos