Tillerson afirma que EUA prosseguirá na luta contra aquecimento global

Washington, 12 Jan 2017 (AFP) - O futuro chefe da diplomacia americana Rex Tillerson avaliou nesta quarta-feira ser "importante" para o Congresso que Estados Unidos manter seu compromisso internacional com o combate ao aquecimento global.

"Acredito ser importante que os Estados Unidos sigam envolvidos. Enfrentar as ameaças da mudança climática exige uma resposta global", declarou Tillerson em audiência na Comissão de Relações Exteriores do Senado.

"Nenhum país poderá solucionar este problema sozinho", assinalou Tillerson, que se disse favorável a permanência dos Estados Unidos no acordo da COP21, fechado em Paris em dezembro de 2015 e no qual o presidente Barack Obama desempenhou um papel-chave.

As declarações de Tillerson contrastam com as afirmações de Trump sobre o tema.

O presidente eleito, um cético em relação ao aquecimento global, disse durante sua campanha que queria retirar os Estados Unidos do acordo de Paris, mas paliou sua posição após a vitória declarando-se "aberto sobre esta questão".

A posição de Tillerson na Comissão de Relações Exteriores agradou aos ambientalistas.

"É alentador que Tillerson reconheça que a mudança climática exige uma resposta global e que os Estados Unidos devem seguir negociando", reagiu David Waskow, do World Resources Institute, uma ONG de Washington.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos