Expedição indiana vai checar se tremor de 2015 fez Everest encolher

Nova Délhi, 24 Jan 2017 (AFP) - Uma expedição científica viajará ao Everest no fim do inverno no hemisfério norte para verificar se a altitude da montanha, conhecida como o teto do mundo, diminuiu após o terremoto que sacudiu o Nepal há dois anos, informaram autoridades indianas.

Medições feitas por satélite indicariam que o sismo mortal de magnitude 7,8, registrado em 2015, fez o Everest perder alguns milímetros ou centímetros, mas até agora isto não tinha sido possível comprovar.

"Passaram dois anos desde o grande sismo do Nepal e na comunidade científica há uma dúvida sobre o fato de que [o Everest] teria diminuído verdadeiramente", declarou na terça-feira o topógrafo geral da Índia, Swarna Subba Rao.

"Vamos medi-lo novamente", acrescentou Swarna Subba Rao.

Uma expedição de cinco pessoas será destacada ao final do inverno no hemisfério norte, que termina em março, e tomará medidas para determinar a altitude real do Everest, que oficialmente tem 8.848 metros, informou uma autoridade indiana à AFP.

O violento terremoto de 25 de abril de 2015, que deixou nove mil mortos e destruiu meio milhão de moradias, teria deslocado em alguns metros a terra sob Katmandu, capital do Nepal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos