Eclipse solar com 'anel de fogo' será visível no domingo na América do Sul

Paris, 24 Fev 2017 (AFP) - Parte da América do Sul, do sul da África e alguns navegantes do Atlântico poderão desfrutar no domingo de um espetacular eclipse solar anular, quando um "anel de fogo" rodeará a Lua.

O fenômeno será visível principalmente em uma faixa de 100 km através de Chile, Argentina, Angola, Zâmbia e República Democrática do Congo.

Um eclipse solar anular ocorre quando a Terra, a Lua e o Sol se alinham.

Mas mesmo quando estão alinhados perfeitamente nesta posição, a Lua está muito longe da Terra para bloquear completamente a visão do Sol, e por isso perto do disco negro do satélite é possível ver um anel de luz do astro.

Primeiramente, parecerá como se o Sol tivesse dado uma "mordida", disse Terry Moseley, da Associação Astronômica Irlandesa (IAA). Esta irá se tornando cada vez maior à medida que a Lua - invisível a partir da Terra - avança passando diante do Sol, explicou à AFP.

"Quando 90% do Sol estiver tampado, será notada uma queda significativa da temperatura e da luminosidade, e uma mudança na qualidade da luz que é difícil de descrever", acrescentou Moseley.

À medida que o dia escurecer, os animais podem iniciar sua rotina noturna, acreditando que o pôr-do-sol se aproxima.

No auge do eclipse, a Lua estará no centro do Sol, provocando o aparecimento de um "anel perfeito, bonito, simétrico", antes de sair pelo outro lado, disse Moseley.

Para os observadores, do outro lado da faixa de visão ideal será possível ver um anel mais largo de um lado que de outro, mas ainda assim "a imagem será espetacular".

O resto do planeta não verá nada ou quase nada.

- Observação segura -A Lua levará duas horas para cruzar o Sol, mas o eclipse anular durará apenas um minuto.

O espetáculo começará em pleno coração do oceano Pacífico e alcançará o continente sul-americano pela cidade chilena de Coyhaique às 12h21 GMT (09h21 de Brasília).

Depois de atravessar a Argentina e chegar ao Atlântico Sul, o eclipse será visível para alguns "navios que estiverem no lugar e no momento adequados", segundo Moseley.

Posteriormente, seguirá pela África através de Angola, Zâmbia e República Democrática do Congo até o pôr-do-sol.

Quanto mais nos afastarmos da zona de visão, menor será a parte do Sol tampada pela Lua. Santiago verá 64% do espetáculo, Rio de Janeiro 53%, Lagos 36% e Cidade do Cabo 52%, segundo o IAA.

O eclipse pode ser observado com segurança utilizando uma folha de papel com um buraco aberto com a ponta de um lápis e colocada diante do Sol. A imagem do eclipse se projeta então em uma segunda folha, lembrou a Sociedade Astronômica da África do Sul.

Para olhar para o Sol diretamente, são necessários óculos especiais.

É preciso determinar apenas a previsão do tempo, chave para poder desfrutar do eclipse solar anular.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos