Dois astronautas da ISS caminham no espaço

Miami, 24 Mar 2017 (AFP) - Dois astronautas, o francês Thomas Pesquet e o americano Shane Kimbrough, caminharam no espaço nesta sexta-feira para realizar trabalhos fora da Estação Espacial Internacional (ISS), uma nova etapa cujo objetivo é se preparar para receber voos comerciais.

Com 30 minutos de antecedência, os dois homens saíram da câmara de descompressão do posto avançado orbital às 11h24 GMT (8h24 de Brasília) para uma saída que deve durar seis horas.

Trata-se da mais recente de uma série de saídas orbitais para configurar um segundo porto de ancoragem, que será utilizado para futuras naves comerciais tripuladas, atualmente desenvolvidas pela SpaceX e Boeing.

Este serviço de transporte privado deve começar a transportar astronautas para a ISS a partir de 2018.

Atualmente, somente a cápsula russa Soyuz permite realizar viajar espaciais, custando em média 81 milhões de dólares por passageiro.

"Dois astronautas começaram a sua saída orbital hoje às 07h24 (horário da costa leste dos Estados Unidos) para preparar a estação para as naves comerciais", tuítou nesta sexta-feira de manhã a ISS.

E "se os astronautas concluírem suas tarefas de hoje, poderiam preparar o terreno" para outras saídas futuras, acrescentou a estação.

Pasquet completou a primeira metade de seu passeio espacial inspecionando uma válvula de radiador, suspeita de um pequeno vazamento de amoníaco, mas não constatou nenhum problema.

Enquanto isso, Kimbrough desconectou cabos e conexões elétricas do adaptador de aclopamento pressurizado (PMA-3) para repará-lo, que poderá então ser movido roboticamente no domingo do módulo Tranquility ao módulo Harmony. Também trabalhou na instalação de câmeras e equipamentos de informática.

A Nasa prevê duas outras saídas, em 30 de março e 6 de abril, para realizar demais trabalhos de manutenção e instalação.

Thomas Pesquet, de 39 anos, astronauta da Agência Espacial Europeia (ESA) que está hospedado na ISS desde 20 de novembro de 2016, fez sua primeira caminhada espacial em 13 de janeiro de 2017, já com Shane Kimbrough, de 49 anos, o comandante da tripulação da ISS, de seis membros.

- 90 minutos cronometrados -Visivelmente descontraído, ele tuítou, poucas horas antes da saída, uma foto da ilha Friday encravada entre o Tasmânia e a Austrália continental vista do espaço.

Tal operação, no entanto, exige "várias semanas de preparação", como ele mesmo explicou no dia anterior.

A operação prevista para 30 de março será conduzida por Shane Kimbrough e a americana Peggy Whitson, enquanto a de 6 de abril será Thomas Pesquet que formará dupla com ela.

A saída marcará a terceira expedição no espaço de Thomas Pesquet, que igualará o recorde de seu colega francês Philippe Perrin.

Os dois astronautas também precisam lubrificar as partes do robô canadense Dextre, de 3,7 metros de altura.

Esta saída é a 197ª dedicada à montagem e manutenção da ISS, cujo primeiro módulo foi colocado em órbita em 1998.

A estação, de uma massa de 450 toneladas, move-se 400 km acima da Terra, que ela dá a volta a cada 90 minutos, passando do dia para noite a cada 45 minutos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos