Astronautas dos EUA realizam caminhada espacial 'crítica' para reparar falha

Em Miami

Dois astronautas americanos iniciaram nesta terça-feira uma caminhada orbital, que a Nasa descreveu como "crítica", para reparar a falha de uma peça do equipamento que ajuda a gerar energia na Estação Espacial Internacional (ISS).

A caminhada dos astronautas Peggy Whitson e Jack Fischer começou às 11H20 GMT (8H20 de Brasília) e deve durar horas e meia, um período de tempo muito mais curto dos que as seis horas e meia que costuma demorar, disse a agência espacial americana.

Uma caixa repetidora de um computador falhou no sábado, mas a tripulação nunca esteve em perigo porque há duas caixas, conhecidas como unidades multiplexer-demultiplexer (MDM), e uma delas continuou funcionando, disse a Nasa.

Um porta-voz da agência espacial descreveu a missão desta terça-feira como uma "caminhada espacial de contingência crítica" e afirmou que a substituição da caixa com defeito é de "alta prioridade".

O MDM ajuda a operar a dispersão solar, a geração de energia elétrica e a equipe robótica da ISS. Também regula as operações dos radiadores e dos sistemas de esfriamento.

"Já que cada MDM é capaz de interpretar as funções críticas da estação, a tripulação na estação não está em perigo e as operações da estação não estão afetadas", declarou a Nasa em um comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos