Asteroide Florence, que passou muito perto da Terra, tem duas luas

Washington, 6 Set 2017 (AFP) - Florence, o maior asteroide a se aproximar da Terra em mais de um século, possui duas pequenas luas, mostraram imagens de radar da Nasa registradas durante sua passagem, na sexta-feira passada, a uma distância de sete milhões de quilômetros.

Trata-se do terceiro asteroide triplo que circula perto do nosso planeta entre os mais de 16.400 destes corpos celestes descobertos até hoje nas imediações da Terra. Entre estes, 60 possuem uma lua, afirma a agência espacial americana em seu site.

As duas luas de Florence foram detectadas pela antena de 70 metros de diâmetro do centro Goldstone da Nasa, no deserto de Mojave, na Califórnia, entre 29 de agosto e 1º de setembro. É o primeiro asteroide com duas luas descoberto desde o asteroide 1994 CC, em junho de 2009.

Os dois satélites naturais do Florence têm entre 100 e 300 metros de diâmetro. O mais distante leva de 22 a 27 horas para dar uma volta no asteroide, enquanto o mais próximo completa sua órbita em oito horas.

Estas observações também permitiram confirmar que Florence, descoberto em março de 1981, mede 4,5 km de diâmetro.

Florence é o maior objeto celeste que passou tão perto do nosso planeta desde a descoberta do primeiro asteroide nas proximidades da Terra, há mais de um século, afirmou a Nasa.

Muitos asteroides se aproximaram da Terra, mas todos eram menores que Florence, segundo Paul Chodas, chefe do Centro para o Estudo de Objetos Próximos à Terra da Nasa.

A previsão é que Florence volte às imediações do nosso planeta em outubro de 2024, mas só voltará a passar tão perto daqui a 500 anos, segundo a agência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos