UE, China e Canadá analisarão Acordo de Paris em 16 de setembro

Montreal, 9 Set 2017 (AFP) - Os ministros de Meio Ambiente da União Europeia, China e Canadá se reunirão em 16 de setembro, em Montreal, para analisar a implementação do Acordo de Paris sobre as mudanças climáticas, anunciou o governo canadense nesta sexta-feira.

O encontro reunirá "grandes potências mundiais e atores-chave na luta contra as mudanças climáticas para avançar na implementação do Acordo de Paris e demonstrar um compromisso contínuo em escala global", segundo um comunicado.

Europa, China e Canadá querem liderar a aplicação do pacto alcançado em dezembro de 2015, após a retirada dos Estados Unidos do acordo pelo presidente Donald Trump.

A reunião convocará "ministros e representantes de cerca de 30 países", entre eles o chinês Xie Zhenhua, representante especial para questões de mudança climática, e Miguel Arias Cañete, comissário europeu para a ação climática.

O Acordo de Paris estabeleceu a meta de limitar o aumento da temperatura média do planeta abaixo de dois graus Celsius até 2050.

Mas o objetivo está ameaçado devido à saída dos Estados Unidos e às dificuldades que outros países enfrentam para implantar medidas de redução de gases do efeito estufa.

A reunião de Montreal também servirá para preparar a conferência internacional sobre o clima convocada pelo presidente francês, Emmanuel Macron, em 12 de dezembro em Paris.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos