Selma, degradada a depressão tropical, atinge El Salvador

San Salvador, 28 Out 2017 (AFP) - A tempestade tropical Selma, que entrou na manhã deste sábado (28) no território de El Salvador, se degradou a depressão tropical, mantendo as chuvas fortes, que criam ameaças de cheias de rios, informaram as autoridades.

"Selma já é uma depressão tropical. O sistema se enfraqueceu uma vez que chegou à terra", declarou a meteoróloga Celina Kattan.

O fato de Selma ter caído de categoria, contudo, "não quer dizer que as chuvas vão parar", alertou.

As chuvas, segundo um comunicado do Ministério de Meio Ambiente, mantém uma "alta probabilidade" de desdobramentos nos rios Lempa e Jiboa, no centro do país, Grande de San Miguel e Goascorán, no leste, e rio Paz, no oeste.

Procedente do oceano Pacífico e com ventos de até 70 km/h, Selma tocou a terra no departamento de Usulután, no sudeste do país, explicou o diretor de Proteção Civil, Jorge Meléndez.

Choveu até 140 ml em alguns pontos, de acordo com fontes oficiais.

"As chuvas se apresentaram com força na zona costeira do departamento de Usulután, onde tivemos ventos fortes", indicou Meléndez na Rádio Nacional.

Na estrada El Litoral, a segunda mais importante de El Salvador, equipes de emergência retiravam árvores que interromperam o tráfego.

As autoridades salvadorenhas mantiveram o país em alerta e, por precaução, suspenderam as aulas em escolas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos