Trump ironiza sobre aquecimento global em meio a onda de frio extremo

Washington, 29 dez 2017 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ironizou nesta quinta-feira o aquecimento global, enquanto o norte do país passa por uma onda de frio extremo com temperaturas de até -40°C.

"No leste, pode ser a véspera de Ano Novo mais fria já registrada. Talvez possamos usar um pouco do bom e velho Aquecimento Global pelo qual nosso país, e não outros países, iria pagar TRILHÕES DE DÓLARES para proteger-se. Agasalhem-se!", tuitou o presidente.

O magnata de 71 anos sempre foi cético sobre as mudanças climáticas, chegando a afirmar, antes de ser presidente, que se tratava de uma "invenção" da China.

Trump retirou os Estados Unidos do acordo climático de Paris e escolheu defensores dos combustíveis fósseis para ocupar postos ambientais importantes.

Seu governo também eliminou as mudanças climáticas da lista de ameaças à segurança nacional.

A onda de frio deste mês encerra um ano em que fortes furacões, ondas de calor, inundações e incêndios florestais causaram estragos no mundo todo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos